PUBLICIDADE
Notícias

Hospital César Cals precisa de doação de leite materno para reforçar estoque

A doação auxilia na recuperação dos bebês internados na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal; saiba como ajudar

15:45 | 17/02/2017
NULL
NULL

[FOTO2]Cerca de 40 bebês internados na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal, do Hospital Geral Dr. César Cals, necessitam do banco de leite para complementar a alimentação. A doação do leite materno pode reduzir pela metade o tempo de internação do paciente e aumentar a imunidade, de acordo com a enfermeria Gilvânia Ribeiro.

 

Segundo a instituição, o estoque é baixo e, geralmente o que é pasteurizado, é distribuído para os recém-nascidos. Sendo necessário um maior volume de doações para formar uma reserva, especialmente no período de Carnaval.

 

COMO DOAR

 

As interessadas devem ligar para o número gratuito 0800 286 5678, e agendar o dia para coleta do leite em casa. A doadora não precisa se preocupar com a entrega, que pode ser feita em qualquer dia da semana, inclusive feriados e finais de semana. O atendimento pode ser feito em qualquer horário, por telefone ou no próprio banco de leite, localizado na avenida Imperador, 545, no Centro de Fortaleza.

 

COMO FAZER


A mãe doadora deve tirar o excesso do leite e guardá-lo no congelador, em um recipiente de vidro, limpo e esterilizado, com tampa plástica, identificando com o nome completo da mãe e data da primeira coleta. O leite guardado pode ficar no congelador entre sete e 10 dias, de acordo com a enfermeira. Após o armazenamento, a mãe deve ligar para solicitar a coleta à instituição. O Hospital César Cals também fornece os vidros esterilizados para dar continuidade a doação.


Não podem doar portadoras de doenças contagiosas, mulheres em uso de medicamentos contra-indicados na amamentação, mulheres que fumam mais de 10 cigarros por dia; que usam drogas ilícitas e doadora que não possui geladeira para armazenagem.

[FOTO1] O Hospital César Cals possui um Centro de Neonatologia com 20 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTIN) e 36 leitos de Unidade de Cuidados Intermediários Convencionais (UCINCo), antigo médio risco. Diariamente, o hospital busca atender toda a demanda de leite que os pediatras prescrevem para os recém-nascidos internados.

 

 

 

Redação O POVO Online

TAGS