PUBLICIDADE
Notícias

Gerente e funcionário de banco são sequestrados e Polícia estoura cativeiro; casal é preso

As vítimas foram sequestradas quando saiam da agência bancária

20:57 | 22/02/2017

O gerente e um funcionário do Banco do Nordeste de Caucaia (Região Metropolitana de Fortaleza) foram sequestrados na última quinta-feira, 16. Na ação do Batalhão de Choque (BPChoque), dois suspeitos foram presos e o cativeiro onde estavam as vítimas foi descoberto. As prisões foram divulgadas nesta quarta-feira, 22.

De acordo com o comandante do BPchoque, tenente-coronel Cícero Henrique Bezerra, as vítimas saiam da agência bancária quando foram atacadas e levadas ao cativeiro. Familiares, preocupados com o desaparecimento, comunicaram o sumiço dos funcionários à Pólícia.

"Pegamos a placa do carro dele e distribuímos as viaturas. Foi encontrado um carro abandonado e depois apareceu um táxi. Quando a viatura tentou abordar, eles reagiram", relatou.

De acordo com o titular da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), delegado Raphael Vilarinho, na primeira ação foi preso Francisco Antônio Sousa Silva. O restante do grupo fugiu com as armas. Em seguida, o preso indicou o local do cativeiro, no Parque Jari, em Maracanaú.

Antônio confessou aos policiais que o objetivo seria fazer o crime de 'sapatinho', que é quando a família do gerente fica sob a mira dos criminosos e o funcionário é obrigado a retirar altas quantias em uma agência bancária e entregar o dinheiro ao grupo. Marilena da Rocha Araújo, que estava no cativeiro, seria responsável por cuidar das vítimas que foram sequestradas.

De acordo com Raphael Vilarinho, a Polícia Civil pediu a prisão de outros dois suspeitos envolvidos, sendo que um foi preso em 2015 pela Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), envolvido em ações criminosas de roubo com uso de maçarico. O mesmo grupo, segundo o delegado, seria responsável por um ataque ao banco de Brasil em Itaitinga e por um ataque no banco Santander, do Centro de Fortaleza, ambas as ações foram realizadas com maçarico.

TAGS