Prefeitura de Fortaleza quer entregar cinco hospitais reformados até setembroNotícias de Fortaleza
PUBLICIDADE
Notícias


Prefeitura de Fortaleza quer entregar cinco hospitais reformados até setembro

Prefeito Roberto Cláudio (PDT) visitou o Frotinha de Messejana na manhã desta quinta-feira, 5

12:01 | 05/01/2017
NULL
NULL

Em visita ao Frotinha de Messejana, na manhã desta quinta-feira, 5, o prefeito Roberto Cláudio (PDT) afirmou que todos os três hospitais frotinhas (da Parangaba, do Antônio Bezerra e da própria Messejana) e o Hospital Nossa Senhora da Conceição, no Conjunto Ceará, serão entregues reformados e ampliados até agosto deste ano. Além destes, o prefeito adiantou que o Gonzaguinha da Barra do Ceará, que deve ter obras de reforma e ampliação iniciadas na próxima segunda-feira, 9, será entregue logo depois, em setembro.

[FOTO1]Orçadas em R$ 15 milhões, as obras destas unidades são entendidas pelo prefeito como necessárias para contribuir com a adequação da rede de atendimento à saúde em Fortaleza, que, a partir do aperfeiçoamento estrutural, terá “condição de melhorar a oferta de serviços de internamento, clínicos e cirúrgicos”, conforme Roberto Cláudio.

Durante a visita, tanto o prefeito quanto a atual secretária municipal da Saúde, Joana Maciel, destacaram que a Prefeitura iniciou o ano de 2017 com todos as escalas de profissionais traumatologistas e anestesistas completas, algo que ambos alegaram ter sido dificuldade na primeira gestão RC.

“Completamos com médicos cooperados”, detalhou a secretária Joana Maciel. “Obviamente que vamos ficar atentos para não falhar”, prometeu o prefeito Roberto Cláudio, que também adiantou que uma nova seleção pública para a gestão da rede de saúde municipal será anunciada no próximo mês de fevereiro.

Hospital da Mulher e IJF
Em obras desde o ano passado, o Hospital da Mulher está previsto para ser entregue reformado e ampliado em fevereiro de 2018. Já a expansão do Instituto Doutor José Frota (IJF), chamada IJF 2, para abril do mesmo ano. 

Redação O POVO Online

Com informações do repórter Caio Faheina

TAGS