PUBLICIDADE
Notícias

Nove suspeitos de integrar facção criminosa da FDN são presos pelo Cotar

Grupo teria ligação com um detento que está na Penitenciária da Pacatuba

21:55 | 30/01/2017
Nove pessoas suspeitas de integrar a facção criminosa da Família do Norte (FDN) foram presas nesta segunda-feira, 30, pelos policiais do Comando Tático Rural (Cotar), do Batalhão de Choque (BPChoque), no município de Aracati e parte dele foi encontrada na localidade da praia de Canoa Quebrada.

Conforme o relatório do Cotar, as prisões aconteceram por meio de denúncias que foram averiguadas. O grupo foi preso de forma separada, quatro deles em uma casa no bairro Coabe e os demais em um duplex em Canoa.

 De acordo com o relatório da ocorrência, o grupo é suspeito de tráfico de drogas e a principal integrante seria Angela ferreira da costa, conhecida como Coroa, 47. A mulher, segundo o levantamento do Cotar, é envolvida com um detento que está no presídio da Pacatuba (Região Metropolitana de Fortaleza).

Com o grupo, os policiais apreenderam maconha, cocaína e crack embalados para o comércio ilegal, além de um revólver calibre 32. Na Rua L do bairro Coabe foram presos, além de Angela, Samuel Matheus Ferreira Mota, 20, Robério Simião de Lima, 40, Erenildo Vitor da Silva, 30, conhecido como Bolinha, já na Rua Por do Sol, foram presos Maria Victoria Rebouças da Silva, 18, Michael Anderson Ferreira da Cãmara Pessoa, 28, Walisson dos Santos Barbosa, 20, José Ednardo Campelo Bessa Filho, 22 e Alexandra Viana da Silva, 18.

 O grupo foi encaminhado à Delegacia Regional de Aracati, onde foi realizado o procedimento de flagrante pelo delegado José Wagner Ramos Tavares. Um dos suspeitos é investigado por um roubo a loja de eletrodomésticos de Limoeiro do Norte, no dia 4 de novembro, que resultou na morte de um policial militar e deve ser averiguada a participação dele na ação.
TAGS