PUBLICIDADE
Notícias

Cartunista do O POVO vence Prêmio Angelo Agostini

Carlos Henrique Guabiras foi escolhido pelo voto popular como o "Melhor Cartunista de 2016". A cerimônia de premiação ocorre no próximo dia 28, em São Paulo

21:42 | 18/01/2017
NULL
NULL
Uma das mais tradicionais honrarias brasileiras de histórias em quadrinhos, o Prêmio Angelo Agostini chega a sua 33ª edição. Na categoria ''Melhor Cartunista de 2016'', o vencedor é o cearense Carlos Henrique Santos da Costa, o Guabiras, jornalista do O POVO. O anúncio foi feito nesta quarta-feira, 18, pela Associação dos Quadrinhistas e Caricaturistas do Estado de São Paulo (AQC), organizadora da premiação.
 
[FOTO1] 
Guabiras desenha desde os 7 anos e trabalha como cartunista e quadrinista do O POVO há 19. Ele coleciona cerca de 5 mil tirinhas e mais de 50 títulos de fanzine produzidos ao longo da carreira. "Com uns treze anos comecei a publicar minhas próprias coisas, desenhando Turma da Mônica. Aí passei para Marvel e os nacionais Angeli, Glauco, Laerte", cita.
 
Guabiras tem extensa produção disponibilizada em blog pessoal e distribuída em revistas como MAD e Tarja Preta, além de uma HQ dividida em quatro partes publicada no jornal norte-americano Extra. 

Ele comemora o prêmio como “um dos mais importantes” da carreira, ganho pelos cartoons lançados independentemente. “O Prêmio Angelo Agostini é muito concorrido. Vencer pelo voto popular é ainda mais difícil”, comemora o artista, também vencedor do prêmio Esso, em 2015, na categoria Criação Gráfica, junto com o Núcleo de Imagem do Jornal O POVO.

A cerimônia de entrega do Prêmio Angelo Agostini ocorrerá no próximo dia 28, no Memorial da América Latina, em São Paulo. Na ocasião, também serão reconhecidos trabalhos de 2016 nas categorias “Melhor Lançamento”, “Melhor Lançamento Independente”, “Melhor Fanzine” “Web Quadrinhos”, “Melhor Roteirista” e “Melhor Desenhista”. O evento homenageará Rodolfo Zalla, quadrinista morto em junho.

O prêmio recebe o nome de Angelo Agostini, criador da primeira história em quadrinhos brasileira, "As Aventuras de Nhô Quim ou Impressões de Uma Viagem à Corte", publicada em 1869. Desde 1984, homenageia profissionais da área, tendo como objetivo “o resgate e a referência aos grandes artistas do quadrinho nacional”.
Redação O POVO Online 
TAGS