PUBLICIDADE
Notícias

Novos focos de incêndio atingem Parque do Cocó neste domingo

Esse foi o 20º incêndio registrado somente no segundo semestre deste ano na extensão do Parque do Cocó. As causas dos incêndios desse fim de semana serão investigadas pelo governo

20:15 | 11/12/2016
NULL
NULL

[FOTO1] 

O Corpo de Bombeiros realizou operações para apagar novos focos de fogo no Parque do Cocó, neste domingo, 11. A administração do parque estima, preliminarmente, que os incêndios desse fim de semana atingiram mais de um hectare de vegetação. As causas serão investigadas pela Secretaria do Meio Ambiente (Sema).

A operação do Corpo de Bombeiros foi iniciada às 9h15min desse sábado, 10, interrompida durante a noite e retomada nesta manhã, conforme a capitão Juliany Freire, assessora de comunicação da corporação. ''Passamos o dia lá com duas equipes porque é um incêndio muito grande e difícil de controlar devido à falta de acessibilidade da área. De noite, esses focos diminuem com a queda da temperatura, mas aumentam durante o dia", explicou ao O POVO Online.

Esse foi o 20º incêndio registrado somente no segundo semestre deste ano na extensão do Parque do Cocó, que abrange trecho na BR-116 até a foz do rio Cocó, no Caça e Pesca. No mesmo período de 2015, foram registrados 11 incêndios de pequeno e médio porte no parque, de acordo com o gerente do Parque, Paulo Lira. "Foi um incêndio grande, nas pior das hipóteses é entre 1,5 e 2 hectares. Não houve comprimento da fauna, talvez uma outra jibóia", avalia o gestor.

A quantidade de incêndios e queimadas aumenta neste período do ano, principalmente entre os meses de outubro, novembro e dezembro devido ao clima seco e à falta de chuva.

Apesar do clima, Paulo afirma que a maioria desses incêndios é criminoso. "Às vezes são causados por pescadores que improvisam uma fogueira, ou pessoas que estão fumando e jogam ponta de cigarro. Ou ainda gente que espera a regulamentação da poligonal e faz queimadas para cerca e levantar casebres", narra.

Os representantes do Parque e do Programa Estadual de Prevenção, Controle de Queimadas e Combate aos Incêndios (Previna), da Sema, vão fazer levantamentos na área, a partir das 8 horas deste segunda-feira, 11.

Entre janeiro e novembro foram registrados 3605 focos ativos de queimadas e incêndios no Estado, maior valor desde 2012, quando no mesmo período foram contabilizados 3409 focos. Os dados são do sistema de monitoramento do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

Neste mês de dezembro, já foram contabilizados 400 focos ativos no Ceará, o que corresponde a uma média de 36,4 focos por dia. A média já é maior que a de dezembro de 2015, quando foram contabilizados 1021 focos (média de 33 focos por dia).

Regulamentação
A regulamentação do Parque do Cocó, prometida anteriormente para este mês de dezembro, foi adiada para 2017. O governador Camilo Santana (PT) informou que o processo de delimitação ficou para o próximo ano durante o lançamento da Inventário Florestal e do Mapeamento do Zoneamento Costeiro.

“Vamos deixar pro próximo ano, porque neste ano já tem coisa demais. Mas, logo no início do próximo ano, se Deus quiser, nós vamos regulamentar”, disse ele na ocasião, conforme publicado pelo O POVO

TAGS