Participamos do

Tom Zé é atração de festival gratuito que reúne arte, gastronomia e música em Fortaleza

O grupo Duo Finlândia e a banda O Terno estão entre as 24 atrações que compõem a manifestação cultural nos próximos dias 23 e 27; confira programação
15:25 | Nov. 17, 2016
Autor O POVO
Foto do autor
O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

[FOTO1] Com a proposta de resgatar a tradição de ocupar os espaços públicos, como praças, o “Conecta – Festival Artes sem Fronteiras” traz a Fortaleza, entre os próximos dias 23 e 27, a compilação das artes e regionalidades através da gastronomia, arte cênica, visual e música com Tom Zé, a banda O Terno e o grupo argentino Duo Finlândia, na Praça Clóvis Beviláqua, Centro.

 


“A grande jogada é incentivar a cultura e transformar a praça num ponto de encontro. Reformar o papel da praça na sociedade através da multiplicidade das artes”, explica Fernando Barroso, Chef e curador da Feira Gastronômica do festival. De acordo com o instituto que realiza o evento, será montada um estrutura para receber um público estimado de 3 mil pessoas.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

 

“A ideia é criar oportunidade para diversos segmentos das artes, na forma de se apropriar dos espaços públicos”, frisa Ricardo Santana, presidente do Instituto Solaris. Além dos músicos citados, 22 atrações locais foram selecionadas por uma equipe de curadores e a cada dia, quatro atrações se apresentam junto com as atrações convidadas, entre eles estão o Projeto Riviera e Nayra Costa.


O Festival traz como diferencial a aproximação entre cidade, artista e público, destacando e valorizando a produção local e a economia criativa. Uma das atrações nesse sentido será o Babado Coletivo, feira colaborativa que congrega trabalhos de estilistas, designers, chefs e artistas.


“Com uma programação densa e múltipla, o festival busca convergir em um espaço central da cidade uma ampla diversidade de expressões, conectando a população com a produção local e tornando-se uma vitrine do mercado cultural do Estado”, explica a diretora do Instituto Solares, Ruby Araújo. “O Conecta possibilitará a criação de redes colaborativas para as artes, promovendo o intercâmbio de experiências e gerando inclusão social, diversidade cultural e desenvolvimento socioeconômico”, finaliza.


Confira programação completa:


Intervenções artísticas

Outra parceria do Festival será com o projeto Acidum, que fará intervenções artísticas visuais no espaço onde se dará o evento. As ações e construções criativas do Acidum têm como característica seu repertório de seres obscuros, propagandas insanas, lendas urbanas, grafias desordenadas, cenários entorpecedores elaborados a partir de um processo ritual de criação e produção. 


Música

Bandas e artistas a se apresentarem: Astronauta Marinho, Beat N’Jazz, Capotes Pretos na Terra Marfim, Casa de Velho, Cid, Danchá, Erivan Produtos do Morro, Gustavo Portela, Lorena Nunes, Mad Monkees, Máquinas, Marieta, Mel Mattos, Navigue, Nayra Costa, Nazirê, Old Books Room, Procurando Kalu, Projeto Rivera, Rodrigo Colares, Subcelebs, Tripulantes da Sabiabarca.
 
Mostra de Design, Moda e Artesanato

Serão ao todo oito barracas de comidas comercializando diversos produtos: Nem: Rei da Língua; Chef Marco Aguirre: Feijão do Vaqueiro; Eugênio Gondim: Sorbet de frutas regionais; Quixadá: baião de dois com carne de sol; Assis da Cidade 2000: Acarajé; Xavier do Lago Jacarey: Paçoca Sertaneja; Tia Maria da Cidade 2000: Vatapá de Arraia e Grugo de Estudos Alencarinos: Tilápia, Cuscuz, Cai Duro, Feijão Verde e Santo Doce Alencarino.
 
Além da presença das barracas com o melhor da gastronomia, durante a programação acontecerão Aulas Show, são elas: “Tilápia cozida ao natural no cajá umbu”, com o chef Élcio Nagano; “Cuscuz, vegetais da Ibiapaba na companhia de pescoço de cabrito”, com o chef e curador Fernando Barroso; “Cai duro cearense”, com Pedro Emílio; “Feijão verde, quiabo e mão de vaca”, com o chef Bernard Twardy e “Santo doce alencarino”, com a chef Kersya Coelho.

 

A Mostra, realizada sob a curadoria do Babado Coletivo, selecionou 50 artesãos, criadores e designers que trarão à Mostra produtos de diversos gêneros e estilos.


Feira Gastronômica – Projeto Boa Praça

A gastronomia cearense terá destaque no festival, com suas iguarias típicas e todo o potencial gastronômico do comércio ambulante. A praça de alimentação será uma Feira Gastronômica, parceria com o projeto Boa Praça, que tem à frente o chef Fernando Barroso. Uma equipe de profissionais ministrará capacitações para difusão das boas práticas e melhoria do potencial de produção dos cozinheiros expositores participantes, com valorização e inovação de insumos e receitas. 


Seminário “Encontro Conexões Criativas”

No dia 23 de novembro, das 14h às 18h, na Vila das Artes, acontecerá dentro da programação o Festival “Encontro Conexões Criativas”, iniciativa que tem a parceria do Laboratório de Produção – Curso Técnico de Produção Cultural. O encontro tem o objetivo de tecer diálogos entre os diferentes setores culturais e suas possibilidades dentro do campo da economia criativa, proporcionando uma compreensão maior sobre a inovação na produção, na prestação de serviços e na incorporação de elementos culturais e criativos aos projetos.


Os debates serão guiados por três eixos: Economia Criativa, numa dimensão mais geral sobre a criatividade e inovação humana, tanto individual quanto em grupo, entendendo-a como forte estratégia de desenvolvimento nos diferentes setores do mercado; Gastronomia é um negócio criativo, abordando a inventividade incorporada no meio gastronômico como plano de sustentabilidade; e a Música como negócio, abrangendo o panorama econômico que atravessa as etapas da produção artístico-musical.
 

O evento é promovido pelo Instituto Solaris, o Conecta tem o Apoio Cultural da TIM, do Governo do Estado do Ceará através da Secretaria de Cultura (Secult) e da Prefeitura Municipal de Fortaleza através da Secretaria de Cultura (Secultfor).

 

Serviço


Contecta – Festival Artes sem Fronteiras


Quando: 23, 24, 25, 26 e 27 de novembro
Onde: Praça Clóvis Bevilacqua, em frente à Faculdade de Direito.
Horários: de 17h às 23h.
*Entrada gratuita

 

Redação O POVO Online

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente