PUBLICIDADE
Notícias

Após ocupação em prédio da UFC, aplicação do Enem pode ser cancelada no local

O Instituto Nacional de Estudos Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) tem cancelado a aplicação do Enem em locais de prova que foram ocupados, devido aos atos no Brasil contra a PEC 241

21:24 | 04/11/2016
NULL
NULL

[FOTO1] 

Estudantes da Universidade Federal do Ceará (UFC) ocuparam nesta sexta-feira, 4, o prédio da Faculdade de Educação da instituição, localizado no Benfica, em protesto contra a PEC 241. Em assembleia, o grupo decidiu que a ocupação será mantida neste sábado, 5, e domingo, 6, data do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O espaço é um dos locais de prova do Enem 2016 e pode ter a aplicação adiada.

[SAIBAMAIS]Segundo o Instituto Nacional de Estudos Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, a situação na Faculdade de Educação será avaliada. Caso o Instituto decida cancelar o Exame no local, os candidatos afetados pela ocupação serão avisados por meio de SMS, email e divulgação pelo aplicativo. A orientação para os inscritos que não receberam nenhuma notificação é de que compareça ao local de prova.


O Inep tem cancelado a aplicação do Enem em locais de prova que foram ocupados, devido aos atos no Brasil contra a PEC 241, que limita os gastos do governo federal pelos próximos 20 anos. Até o momento, não houve suspensão do Exame no Ceará.

[VIDEO1]

 

Para os inscritos que não realizaram o Exame neste fim de semana devido a ocupações, eles vão fazer nos dias 3 a 4 de dezembro. Até o momento, 364 locais de prova tiveram a aplicação cancelada. Mais de 240 mil candidatos foram afetados.

 

De acordo com o Ministério da Educação (MEC), caso os estudantes façam o primeiro dia de prova e sejam impedidos de fazer o segundo, na nova data, eles farão apenas o segundo o dia de prova. Isso porque os critérios de correção do Enem garantem o mesmo grau de dificuldade o estudante não será prejudicado, de acordo com o Ministério.

TAGS