PUBLICIDADE
Notícias

Hospital de Fortaleza realiza transplante cardíaco em paciente mais jovem do norte e nordeste

Ariele nasceu com síndrome de coração esquerdo hipoplástico

16:50 | 18/11/2016
NULL
NULL

[FOTO1] A pequena Ariele Vitória Rocha Silva, que completa quatro meses amanhã, 19, é a paciente mais nova a passar por um transplante de coração no Hospital da Messejana. A bebê da cidade de Paraú, distante 238 km de Natal, Rio Grande do Norte, nasceu com a síndrome de coração esquerdo hipoplástico e veio a Fortaleza com 15 dias de vida para a cirurgia que foi realizada no último dia 22.


Aos dois meses, ela entrou na fila de espera já que o tratamento convencional não era o indicado. “Logo apareceu um doador, mas a família negou a doação, depois dele apareceu outro que a família aceitou”, conta a mãe da paciente, Mirian da Silva Rocha da Silva, de 35 anos, que deixou a irmã gêmea de Ariele no interior do Rio Grande do Norte para acompanhar o tratamento da filha.

 

[FOTO2]
“Todos temos que estar atentos aos possíveis potenciais doadores, já que não temos muitas doações de órgãos para crianças, além de a compatibilidade do doador com o receptor ser mais restrita por conta de alguns fatores como peso, fator sanguíneo. Agradecemos à família que foi sensível mesmo na dor e doou o coração para salvar a vida de Ariele”, explica o cirurgião cardíaco Valdester Cavalcante, que realizou o transplante da bebê.

 

Redação O POVO Online com informações do Hospital da Messejana

TAGS