PUBLICIDADE
Notícias

Ex-PM acusado de matar estudante em abordagem policial é absolvido

A defesa do réu sustentou legítima defesa e o estrito cumprimento do dever legal. Após pronunciamento, a acusação apelou, conforme o TJCE

16:10 | 30/11/2016

O Conselho de Sentença do 3º Tribunal do Júri de Fortaleza absolveu o ex-policial militar Wescley Cesar Santos da Costa, que era acusado de matar o estudante Bruno Silva Cavalcante durante abordagem policial, no dia 4 de agosto de 2012. O julgamento ocorreu nessa terça-feira, 29, sendo presidido pelo juiz Victor Nunes Barroso, titular da 3ª Vara do Júri de Fortaleza.

Segundo os autos, o estudante estava na garupa de uma moto pilotada por um amigo, quando os dois foram seguidos por uma viatura da Polícia Militar. O motorista teria ficado nervoso com a aproximação porque não estava com a documentação do veículo e havia ingerido bebida alcoólica.

O amigo disse que a vítima desceu da moto porque estava perto de casa e, quando saiu do local em que o deixou, ouviu os disparos. O ex-PM afirmou que viu o piloto da moto com uma arma e disparou em resposta a uma suposta agressão à bala.
Wescley foi pronunciado por homicídio qualificado (surpresa) em janeiro de 2015. A defesa dele sustentou legítima defesa e o estrito cumprimento do dever legal, alegando que o acusado era policial militar e estava trabalhando no dia do crime.

Após o pronunciamento da absolvição, a acusação apelou, ainda conforme o TJCE.

Redação O POVO Online

TAGS