PUBLICIDADE
Notícias

Policial militar do Ceará é preso no Piauí suspeito de matar universitária

19:20 | 15/10/2016

Atualizada às 19 horas de domingo, 16

Um policial militar lotado no Ceará foi preso na madrugada deste sábado, 15, suspeito de matar uma universitária, em uma churrascaria em Valença, no Piauí. Rafael do Nascimento de Oliveira, 31, foi detido em flagrante após o crime e levado à 7ª Delegacia Regional de Valença.

Segundo o inspetor plantonista da unidade, Alexandre Alisson, o PM deve ser transferido ao quartel de Picos e, posteriormente, encaminhado para o Ceará. "Ele foi autuado em flagrante por homicídio e aguarda as medidas cabíveis", disse, por telefone, ao POVO Online.

A universitária de Direito, Suellen Marinheiro, 21, foi atingida depois que Rafael teria sido barrado na entrada churrascaria, localizada no bairro Novo Horizonte. De acordo com a Polícia Civil do Piauí, uma festa estava sendo realizada no local, com ingressos no valor de R$ 5.

O PM, que contou morar em Pimenteiras (PI) e ser lotado na 1ª Cia. do 13º Batalhão da PM do Ceará, teria discutido com o irmão de Suellen depois de negar o pagamento do ingresso.

O secretário adjunto da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social, coronel Lauro Prado, disse que pelo que foi relatado o policial agiu de forma desproporcional. "Não é uma atitude que se espera de um profissional. O policial é para defender e não se envolver em questões dessa natureza", afirmou ao O POVO Online.

Prado  explicou que o PM deverá, após transferência, ficar detido no presídio militar cearense e também responder procedimento administrativo.

O POVO Online tentou contato com o relações-públicas da Polícia Militar do Ceará, tenente-coronel Andrade Mendonça, mas as ligações não foram atendidas.

 

TAGS