PUBLICIDADE
Notícias

Viabialidade do parque tecnológico no Ceará é discutida nesta sexta-feira

A consultora do Banco Mundial, Maria Fátima Ludovico da Gama, ressaltou a necessidade de um estudo prévio e de um objetivo estratégico para a implantação do parque

19:01 | 23/09/2016

A primeira oficina de trabalho para o estudo de viabilidade do Parque Tecnológico do Estado do Ceará ocorreu nesta sexta-feira, 23, no Hub de Inovação do Nordeste (Hubine) do Banco do Nordeste do Brasil, e foi realizado pela Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior do Estado do Ceará (Secitece). Estiveram presentes no evento representantes de instituições de ensino, como a Universidade Federal do Ceará (UFC) e a Universidade Estadual do Ceará (Uece).


Na oficina, a consultora do Banco Mundial, Maria de Fátima Ludovico da Gama e Souza, apresentou experiências de parques tecnológicos de outras cidades brasileiros e do exterior. Para ela, cada parque possui algo singular devido às particularidades existentes em cada região. Por esse motivo, a importância de um estudo prévio.” Não existe uma receita pronta. Cada parque possui suas características. Portanto é tão importante realizar um estudo prévio”, disse.

[SAIBAMAIS]
Outro fator levantado por ela foi o fato dos parques nacionais não possuírem um objetivo central, diferente dos outros países. “A diferença que percebemos comparando parques brasileiros e estrangeiros é que em nosso País atuamos, muitas vezes, sem um foco estratégico. No exterior é diferente: os parques têm foco, uma proposta de valor, sabem onde querem chegar”, comentou.


O reitor da UFC, Hanry Campos, enxerga que a implantação do parque vai ampliar o potencial do Estado na área de pesquisas científicas. “O parque tecnológico vai abrir horizontes decisivos e ser um exercício de pesquisa científica e aplicação de conhecimento: tudo que a gente sonha e até já tem, mas em pequena escala”, declarou.


Essa é a primeira oficina de cinco que serão realizadas. Serão cinco meses para a elaboração e divulgação das análises que darão fundamentos para a instalação do parque tecnológico do Ceará.

                                                                                   Redação O POVO Online

TAGS