PUBLICIDADE
Notícias

Servidores municipais de Fortaleza realizam ato em favor de melhorias no IPM

De acordo com usuários, o programa de assistência à Saúde está reduzindo a rede de atendimento

20:48 | 08/09/2016
Servidores do Município de Fortaleza realizarão ato exigindo melhorias e aumento da rede de atendimento do Programa de Assistência à Saúde do Instituto de Previdência do Município (IPM). De acordo com beneficiários, muitas instituições de saúde que antes aceitavam o plano, hoje não aceitam mais. A manifestação ocorrerá na manhã desta sexta-feira, 9, a partir das 8h da manhã, na Avenida da Universidade, próximo à sede do IPM. 

“Hospitais, clínicas e profissionais de saúde estão suspendendo e cancelando atendimento dos conveniados. Antes eu podia ir à Uniclinic, ao Hospital Cura Dar’s, à Multiclínica, nenhum aceita mais o plano”, afirma Malu Costa, diretora do Sindicato dos Servidores da Defesa Civil de Fortaleza. 

Ela afirma que sempre teve assistência do IPM e sente que no último ano a rede está cada vez mais reduzida. “Além disso tem a cota dos atendimentos. Minhas filhas usam o plano e nós só podemos fazer dois atendimentos a cada mês. Isso fia inviável para uma família de cinco pessoas, por exemplo”, conta. 

Em entrevista por telefone, o Superintendente da Instituição afirmou que não houve enfraquecimento da rede. “É que muitas pessoas deixaram seus planos por falta de condiçõe financeiras e aderiram ao IPM. A procuram tem aumentado muito”, explica. 
Ele informa também que os atendimentos também tem aumentado em relação ao mesmo período do ano passado. 

Em relação à redução da rede de atendimento, ele afirma que se trata de um período de negociação com clínicas e hospitais. “É um processo de renovação dos contratos. Muitas das instituições querem reajuste para os procedimentos, dentro do possível as discussões estão acontecendo”, afirma. Pinho não informou se os atendimentos nas instituições voltariam ou não. 
TAGS