PUBLICIDADE
Notícias

Incêndio atinge Arie em terreno dos Correios

O incêndio ocorreu no fim de semana, porém, a Seuma não recebeu nenhuma denúncia da ocorrência

18:52 | 21/09/2016


Um incêndio de médias proporções atingiu a Unidade de Conservação que fica ao lado dos Correios da avenida Oliveira Paiva. O local é uma área de cerrado e espera pela sanção da Prefeitura para tornar-se Área de Relevante Interesse Ecológico (Arie). De acordo com a Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma), o terreno já é protegido pelo Plano Diretor de Fortaleza. O órgão, entretanto, não tinha conhecimento sobre o incêndio, que ocorreu no último sábado, 17.

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, o incêndio começou no início da tarde. Quatro viaturas foram deslocadas para o local e as chamas foram debeladas antes de anoitecer. A suspeita é de que a ocorrência tenha sido deflagrada por queimadas realizadas no entorno, que se espalham com facilidade. "O incêndio em vegetação tende a ser bem mais demorado, porque o bombeiro tem mais dificuldade de acesso ao foco diretamente, precisa ficar cercando", avaliou a capitã Julyane Freire.

O professor Kleber Carneiro Amora, que mora próximo ao terreno, disse que incêndios na área são comuns nesta época do ano, mais seca. "A unidade fica desprotegida. É cercada, mas precisa de limpeza em cerca de três metros para dentro da cerca, para eliminar o risco de que cigarros, por exemplo, possam provocar um incêndio. São mais de 50 hectares de fauna e flora danificados", contou.

Através de nota, a Seuma afirmou que "não recebeu nenhuma denúncia sobre incêndio na área citada. O local é uma Unidade de Conservação já protegida pelo Plano Diretor de Fortaleza. A sua transformação em Área de Relevante Interesse Ecológico (Arie) está em estudo pelo órgão".  

Em maio deste ano, termo de cooperação foi firmado entre o prefeito Roberto Cláudio e o ministro das comunicações, André Figueiredo, para transformação do local em Arie. O vereador João Alfredo foi o autor do projeto de lei que cria a Arie, intitulada como Professor Abreu Matos.
 
 
Redação O POVO Online  

TAGS