PUBLICIDADE
Notícias

Greve dos professores repercute em 35 municípios cearenses

O número representa cerca de 20% da rede estadual de ensino. Secretaria da Educação diz que ano letivo não será afetado

19:23 | 01/08/2016
NULL
NULL
A greve dos professores da rede estadual de ensino atinge escolas em 35 municípios do Ceará. De acordo com Idilvan Alencar, titular da Secretaria Estadual de Educação (Seduc), das 709 escolas da rede em todo o território cearense, cerca de 140 unidades estão com professores que aderiram à paralisação. O número representa 20% das escolas da rede estadual.

O balanço sobre a greve dos docentes foi repassado pelo secretario na tarde desta segunda-feira, 1º, no Cineteatro São Luiz, durante o lançamento da campanha AoGosto do Aluno. A ação prevê atividades ao longo deste mês em comemoração ao dia do estudante. 

A greve dos professores teve início oficialmente no dia 25 de abril em todo o Estado. No último sábado, 30, os docentes decidiram, em assembleia, pela permanência das paralisações. Uma das principais reivindicações da categoria é o reajuste salarial de 12,67%. O Governo que propôs a média de 9,8% de correção, o que não foi aceito pelos grevistas. Uma nova assembleia da categoria está marcada para ocorrer na próxima sexta-feira, 5.
 
[SAIBAMAIS 2] Negociação 
De acordo com o secretário, foram realizadas mais de 15 reuniões com o grupo que representa os professores. “Já apresentamos a última proposta (do Governo). Estamos com 80% das escolas em atividade, nós entendemos que os professores estão voltando”, disse Alencar. “Um grupo de 600 pessoas 0estavam na assembleia, quando temos 30 mil docentes. Temos de dar essa dimensão”, acrescentou.

Segundo o gestor, nenhuma das escolas da rede está sem funcionar por conta da paralisação, apenas o quadro de professores foi diminuído. Alencar disse ainda que não há risco de perda de ano letivo.

Os municípios com o maior número de escolas com professores que aderiram a greve são Sobral, Russas, Horizonte, Maracanaú e Fortaleza. Na Capital, 50% das escolas foram afetados, segundo o secretário. Russas é o município com o maior número de unidades atingidas, com 60% das escolas com professores paralisados.
 
Ocupações 
Ainda existem 30 escolas de ensino médio ocupadas por estudantes no Ceará. Dessas, 28 estão em Fortaleza, 1 em Sobral e 1 em Limoeiro do Norte.
 
Redação O POVO Online 
TAGS