PUBLICIDADE
Notícias

BRs registram menos acidentes, mas total de mortos e feridos aumenta

Comparando os primeiros semestres de 2015 e 2016, houve redução de 9% no total de acidentes e aumento de 34% no número de óbitos. O registro de feridos também subiu

16:48 | 05/08/2016
Atualizada às 18h
Uma redução de 9% foi identificada no total de acidentes nas rodovias federais cearenses (BRs) no primeiro semestre deste ano, quando comparado ao mesmo período do ano anterior. Em 2016, foram 1.261 colisões e, em 2015, o registro foi de 1.380. Houve aumento de 34% (de 93 para 125) no número de mortes e aumento de 8% na quantidade de feridos, passando de 1.060 para 1.146.

Sexta-feira é o dia que mais registra acidentes graves e o domingo apresenta o maior número de mortes. Entre os acidentes mais letais estão o atropelamento de pedestres e as colisões frontais, responsáveis por 50,4% dos óbitos. Falta de atenção é o principal motivo para que os acidentes ocorram.
Confira tabela completa com as estatísticas.

De acordo com o balanço divulgado neste sexta-feira, 5, pela Polícia Rodoviária Federal (PRF),as rodovias onde há maior concentração de acidentes são as BRs 020, 116 e 222. Juntas, as vias respondem por72% dos acidentes. Em relação às mortes, somente a BR-116 responde por 44% das vítimas fatais.
Redação O POVO Online 


TAGS