PUBLICIDADE
Notícias

Polícia captura suspeito de envolvimento na morte de agente penitenciário em Fortaleza

A arma do agente penitenciário ainda não foi encontrada, mas os policiais da DHPP continuam as buscas. Flávio Paixão, 26 anos, estava sendo autuado nesta noite pelo crime de homicídio

18:57 | 02/07/2016

Atualizada às 19h38min

A Polícia Civil capturou, na tarde deste sábado, 2, um suspeito de envolvimento na morte do agente penitenciário André Nogueira Pires, 26 anos. Flávio Paixão da Costa, 27 anos, foi levado à Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), onde está sendo autuado por homicídio. André foi assassinado no Montese, durante a madrugada.

O suspeito foi capturado no bairro Montese, sendo detido com outro homem. A participação do segundo homem na morte do agente penitenciário, no entanto, não foi comprovada pela DHPP.

A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou que o procedimento dos dois homens ainda está em andamento.
A arma do agente penitenciário ainda não foi encontrada, mas os policiais da DHPP continuam as buscas. Um revólver foi apreendido com Flávio, ainda conforme a SSPDS.

Segundo informações preliminares da DHPP,  suspeitos atiraram quando André reagiu ao roubo de sua arma e carteira.

Por enquanto, a principal linha de investigação é a de latrocínio (roubo seguido de morte). André estava lotado na Casa de Privação Provisória de Liberdade Professor Clodoaldo Pinto (CPPL II), em Itaitinga.

Na noite da última sexta-feira, 1º, um ex-policial militar foi morto quando jogava sinuca no Conjunto Palmeiras.

Quixadá
Três pessoas foram presas suspeitas de participação na morte de três policiais na quinta-feira, 30 de junho. Os PMs atendiam uma ocorrência de roubo a um carro-forte. Durante troca de tiros, três policiais foram mortos e outro ficou ferido.

O comandante do Ronda do Quarteirão, tenente-coronel Fernando Albano, disse que o armamamento da quadrilha envolvida na morte dos três policiais era um "pouco superior" ao da PM local

TAGS