PUBLICIDADE
Notícias

Auditores fiscais realizam mobilização para reivindicar acordo no Porto do Pecém

Os servidores aguardam que o Governo Federal atenda as suas reivindicações como prometido no último mês de março. O acordo prevê reajuste salarial e alterações de regimentos internos para que entre em vigor no próximo mês

17:43 | 18/07/2016
NULL
NULL

Auditores fiscais da Receita Federal vão discutir estratégias de mobilização no Porto do Pecém nesta terça-feira, 19. A ação visa cobrar do Governo Federal o acordo feito em março deste ano sobre o reajuste salarial e alterações de regimentos internos. A decisão deveria entrar em vigor a partir do próximo mês, mas até o momento o projeto de lei ainda não foi encaminhado ao Congresso a tempo para a sua validação prevista. Os servidores decidiram paralisar suas atividades na última quinta-feira, 11.  


Segundo a direção do Sindicato Nacional dos Auditores da Receita Federal (Sindifisco-DS/CE), a mobilização está dividida em duas formas: nas terças e quintas-feiras 30% do efetivo trabalha normalmente e nas segundas, quartas e sextas-feiras a categoria exerce suas atividades de forma parcial. Os servidores reivindicam que uma medida provisória seja publicada pelo presidente em exercício Michel Temer para garantir o acordo dentro do prazo.


A paralisação é nacional e atinge as atividades de controle do fluxo de passageiros dos principais aeroportos do País. Com a proximidade dos Jogos Olímpicos, a mobilização poderá causar problemas na fiscalização das bagagens, caso o acordo não entre em vigor como prometido pelo Governo Federal. O presidente do Sindifisco-DS/CE), Helder Costa, acredita que as reivindicações dos servidores vão ser atendidas antes do evento. Helder afirmou que caso contrário, será uma frustração para a categoria que luta há um ano pelas medidas e, dessa forma, não se sabe como os auditores fiscais irão reagir.

 

Redação O POVO Online

TAGS