PUBLICIDADE
Notícias

Safadão é processado por suposto calote; Assessoria nega dívida

O cantor teria comprado um veículo por mais de R$ 1,5 milhão e não pago. O juiz Fernando César Barbosa de Sousa, da 2ª vara cível de Fortaleza, emitiu um mandado de citação no último dia 3

17:42 | 16/06/2016
NULL
NULL

O cantor cearense Wesley Safadão está sendo processado por dar um calote no valor de R$ 1.518.060. Ele e outra pessoa, que não teve o nome divulgado, estariam devendo à empresa Flávio Automóveis Ltda pela compra de um carro. De acordo com assessoria jurídica do cantor, o pagamento já foi realizado. No último dia 3, no entanto, o juiz Fernando César Barbosa de Sousa, da 2ª vara cível de Fortaleza, emitiu um mandado de citação, ordem judicial que determina ao devedor que efetue a quitação do débito.

[FOTO3] 

A suposta dívida de Wesley Safadão foi divulgada nesta quarta-feira, 15, pelo jornalista cearense Felipeh Campos em seu Instagram.

A decisão do juiz estabeleceu um prazo de 15 dias, que se encerra neste sábado, 18, para o pagamento da dívida. Caso isso não ocorra, o cantor pode ter suas contas bloqueadas.

O setor jurídico da Luan Promoções e Eventos, representante legal de Wesley, diz que a informação não é verdadeira. "A Luan Promoções vem por meio desta nota informar que a notícia não é verídica, e que o autor da ação busca uma locupletação indevida, uma vez que os valores questionados já foram adimplidos no seu devido tempo, conforme o artista fez prova em sua defesa", diz um trecho da nota.

Ao O POVO Online, o Tribunal de Justiça do Ceará informou que o mandado foi expedido, mas o Judiciário ainda aguarda resposta do oficial de Justiça responsável pela entrega da citação. A reportagem também entrou em contato com a empresa Flávio Automóveis Ltda, mas foi informada que o responsável não estava no local.

Confira a nota

[FOTO2] 

 

 

 

TAGS