PUBLICIDADE
Notícias

PF começa a ouvir suspeitos de fraude na Caixa Econômica Federal

Defesa de empresários da construção civil, investigados na Operação Caixa Preta, nega qualquer envolvimento no esquema fraudulento

22:56 | 02/06/2016
As 13 pessoas presas suspeitas de participarem do esquema de empréstimos fraudulentos que gerou um prejuízo de mais de R$ 50 milhões aos cofres da Caixa Econômica Federal, começaram a ser ouvidas nesta quinta-feira, 2, pela Polícia Federal. As prisões aconteceram na última quinta-feira, 1°, na operação Caixa Preta.

O Ministério Público Federal (MPF) divulgou os nomes das pessoas e das empresas alvos dos mandados de prisão e de busca e apreensão. Conforme o MPF, a ação desarticulou uma organização criminosa responsável por fraudes em empréstimos concedidos pela Caixa Econômica Federal, em Fortaleza (CE).

Conforme o MPF, o grupo é formado por empregados públicos da Caixa, empresários, contadores e pessoas físicas que figuram como sócios “laranjas” de empresas de fachadas. As investigações mostram que empreendimentos foram criados para obter empréstimos fraudulentos junto ao banco.

A organização criminosa teria, inicialmente, aliciado pessoas para integrar o quadro societário de empresas fictícias. Na sequência, o grupo ocupava-se da elaboração da documentação falsa para instruir os pedidos de empréstimo.

Defesa
O advogado Waldir Xavier, responsável pela defesa dos empresários da construção civil Gehard Shintani Hauache, Ana Carolina Araujo Medeiros e Dayna Araújo, investigados na Operação Caixa Preta, afirmou que o trio nega qualquer envolvimento no esquema fraudulento. Os três estão presos na carceragem da PF e já prestaram depoimento.

De acordo com o advogado, que entrou com um pedido de revogação da prisão, não há razão para o trio ser preso, visto que se trata de uma prisão cautelar que já atingiu sua finalidade. "Os três negam envolvimento em liberações ilegais de empréstimos e em operações fraudulentas. Foram feitos empréstimos, mas dentro da legalidade, muito inferior aos números que foram veiculados", comentou Xavier. Os empresários são investigados pela participação em três empresas.

O POVO Online não conseguiu localizar os advogados dos demais investigados na operação.

Operação
A Operação Caixa Preta surgiu de um desmembramento de outra operação, a Fidúcia, que também investigou fraudes contra a Caixa Econômica Federal. Os acusados, que já respondem a ação judicial movida pelo MPF, operavam através da abertura de empresas fantasmas no ramo da construção civil, em nomes de terceiros, para obtenção de empréstimos e financiamentos fraudulentos com uso de documentação falsificada.

Na última quarta-feira, 1º, a PF e o MPF trabalharam no cumprimento de 38 mandados: 15 mandados de prisão temporária e 23 mandados de busca e apreensão. As medidas judiciais foram expedidas pela 32ª Vara da Justiça Federal.

Mandados de prisão temporária e de busca e apreensão:

David Athilla Andrade Bandeira Barreto – Mandado de Prisão e de Busca e Apreensão

Ricardo Gonçalves Castro - Mandado de Prisão e de Busca e Apreensão

Ana Carolina Araujo Medeiros - Mandado de Prisão e de Busca e Apreensão

Iuri de Sousa Torres - Mandado de Prisão e de Busca e Apreensão

José Deuzimar da Silva - Mandado de Prisão e de Busca e Apreensão

Gehard Shintani Hauache - Mandado de Prisão e de Busca e Apreensão

Graciane Conceição Araújo - Mandado de Prisão e de Busca e Apreensão

Susana Gloria dos Santos - Mandado de Prisão e de Busca e Apreensão

Francisco Clécio Almeida da Costa - Mandado de Prisão e de Busca e Apreensão

Diogo de Almeida Pereira - Mandado de Prisão e de Busca e Apreensão

Gleucia Maria Nunes de Sousa - Mandado de Prisão e de Busca e Apreensão

Mailton Serafim Farias - Mandado de Prisão e de Busca e Apreensão

Dayna de Araújo Martins  - Mandado de Prisão

Marcia de Souza Leão - Mandado de Busca e Apreensão

D Result Contabilidade Eireli ME - Mandado de Busca e Apreensão

Euler Moreno de Oliveira ME - Mandado de Busca e Apreensão

Igoberto Soares dos Santos ME - Mandado de Busca e Apreensão

JVA Construções e Serviços LTDA - Mandado de Busca e Apreensão

Argo Comércio e Serviço – Mobcom Soluções em Tecnologia Ltda - Mandado de Busca e Apreensão

Viação Brasil Transporte e Turismo LTDA - Mandado de Busca e Apreensão

Ruth Vitória de Araújo Medeiros - Mandado de Busca e Apreensão
TAGS