PUBLICIDADE
Notícias

Casal transforma dor de perder o filho em ação beneficente

Caso estivesse vivo, Benjamim completaria um ano neste sábado, 11, dia escolhido pela família para presentear 70 crianças e adolescentes, abrigados em cinco casas do Condomínio Espiritual Uirapuru. Saiba como ajudar

14:30 | 08/06/2016
NULL
NULL
“Transformando a dor em amor”. É assim que a jornalista Juliana Brito e o publicitário Thiago Arcoverde, ambos com 31 anos, procuram viver, desde que perderam o seu primeiro filho, Benjamim, no dia 11 de junho de 2015. 
 
O primogênito, cujo nome significa “filho da felicidade”, foi muito esperado pelo casal. Segundo a mãe, todo o período da gravidez foi “perfeito”. “Tive apenas uma crise na coluna aos seis meses, uma hérnia de disco, e, nos últimos três meses, fiquei direto em casa. Nas 38 semanas e cinco dias ele estava perfeito para nascer e eu queria parto normal”, explica Juliana.
[FOTO3]
Porém, no dia em que Benjamim viria ao mundo, uma cólica branda se transformou em uma dor intensa, provocada por um descolamento prematuro da placenta (DPP), uma complicação grave quando a placenta – que tem função de nutrir e fornecer oxigênio ao bebê – se separa parcial ou totalmente da parede do útero, antes do nascimento. 
 
“A barriga estava contraída, mas nada de dilatação. Ele já estava com metade dos batimentos cardíacos. Eu já sentia que ele ia morrer”, conta a mãe, que passou 12 dias internada no hospital, sendo quatro destes na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). “A primeira pessoa que eu vi foi o Thiago e a primeira pergunta que eu fiz foi: ‘Amor, ele morreu mesmo?’”, relembra a mãe, que silencia emocionada. 
 
[VIDEO1]
 
Muito religiosos, Thiago e Juliana ainda sentem a dor da perda, mas com fé e ajuda dos amigos e familiares, já planejam ter outro filho, nunca esquecendo de falar diariamente em Benjamim como forma de "encarar o luto sem tabus”.
 
O quarto do bebê também é mantido decorado, tal como se ele estivesse em sua casa, agora tomada por caixas, pacotes e brinquedos, cuidadosamente organizados e embrulhados.
 
Uma festa no céu
 
Caso estivesse vivo, Benjamim faria aniversário neste sábado, 11. No intuito de tornar o dia menos triste, Thiago e Juliana decidiram comemorar realizando "Uma Festa no Céu”, evento dedicado a 70 crianças e adolescentes abrigados em cinco casas do Condomínio Espiritual Uirapuru (CEU). Em decorrência da limitação do espaço, a festa não será aberta ao público. 
 
Na ocasião, serão doadas roupas, calçados, alimentos e outros materiais arrecadados para três casas do abrigo Casa do Menor São Miguel Arcanjo e duas casas do abrigo Lar Santa Mônica, às quais os pais de Benjamim pretendem continuar ajudando.
 
Interessados em fazer doações podem obter mais informações na página do evento no Facebook e no Instagram ou realizar depósitos diretos nas seguintes contas: 

Thiago Arcoverde Chisholm
Banco do Brasil 
Agência: 3296-4
Conta: 36792-3

Juliana Oliveira de Brito 
Bradesco 
Agência: 1234-3
Conta: 60591-3
 
Vídeo: Julio Caesar/Especial para O POVO  
Redação O POVO Online
TAGS