PUBLICIDADE
Notícias

O POVO ganha Prêmio Petrobras de Jornalismo por especial sobre Renato Aragão

O anúncio foi feito na noite desta terça-feira, 24, na Sala Cecília Meireles, no Centro do Rio de Janeiro

20:50 | 24/05/2016
NULL
NULL

Com o caderno especial "Renato Aragão - O Circo do Palhaço sem Máscara", O POVO foi vencedor do Prêmio Petrobras de Jornalismo 2015. A série escrita pela jornalista cearense Raphaelle Batista faturou o prêmio na categoria Jornalismo Cultural Regional Nordeste. O anúncio foi feito na noite desta terça-feira, 24, na Sala Cecília Meireles, no Centro do Rio de Janeiro.

O caderno premiado foi publicada em 13 de janeiro de 2015 no O POVO e retratava a trajetória dos 80 anos de vida do humorista cearense Renato Aragão.

"Eu me senti honrada em ter podido mergulhar na vida desse artista cearense, tão conhecido de todos, e ao mesmo tempo com tanto o que contar ainda. É muito especial eu, uma cearense, ganhar esse prêmio contando a vida de outro cearense. Um cara que eu admiro tanto e que marcou a infância e a vida de tanta gente", afirmou Raphaelle que era repórter do O POVO na época da publicação do caderno.

Confira o Caderno Especial sobre os 80 anos de Renato Aragão

Ao todo, 1.255 reportagens das cinco regiões do País se inscreveram. Na primeira etapa, todos os trabalhos foram avaliados por uma comissão de oito jornalistas. Em seguida, as matérias selecionadas foram avaliadas por uma nova comissão composta por seis jornalistas que participaram da escolha dos vencedores nas seis categorias.

"Esse prêmio é muito importante. É um grande incentivo pra mim porque reconhece um trabalho de fôlego, realizado durante um mês, de forma integral. Eu saí da licença maternidade direto pra esse projeto e foi um período intenso de dedicação e trabalho", complementou Raphaelle.

O Prêmio Petrobras de Jornalismo foi criado em 2013 em comemoração aos 60 anos da empresa estatal do petróleo. O objetivo do prêmio é valorizar jornalistas e meios de comunicação que participam do processo de democratização e de disseminação de informações.

Além de Raphaelle Batista, outros dois  cearenses também foram premiados. O ex-jornalista do O POVO Rafael Luís, do site Verminosos por Futebol, venceu dois prêmios. Com a reportagem "Não vai ter Copa: histórias de brasileiros que não sabem o que é energia elétrica", ele ganhou a categoria "Reportagem, petróleo, gás e energia". Rafael foi vencedor também na categoria Esporte Regional com a matéria "Ceguim: o técnico que tudo vê"

Além dele o jornalista Melquíades Júnior, do Diário do Nordeste, foi o vencedor nacional da categoria Responsabilidade Socioambiental com a matéria "Parto dos Anjos"

TAGS