PUBLICIDADE
Notícias

Chega a 18 o número de internos mortos

Os motins em unidades de Itaitinga e Caucaia (Grande Fortaleza) foram motivados pela suspensão das visitas em função da greve de agentes penitenciários

15:57 | 24/05/2016
O número de internos mortos nas rebeliões ocorridas no fim de semana nas unidades prisionais da Região Metropolitana de Fortaleza chegou a 18. A informação foi divulgada na tarde desta terça-feira, 24, após análises da Perícia Forense.
 
A Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado (Sejus) informou por meio de nota que todas as mortes foram decorrentes dos conflitos entre internos ocorridos no fim de semana passado. Já na segunda-feira, dia 23, nenhuma morte foi registrada nas unidades prisionais. Dez corpos serão identificados por exame de DNA.
 
No fim da última segunda-feira, dia 23, uma rebelião foi registrada na Unidade Prisional Agente Luciano Andrade Lima, no município de Itaitinga. Segundo a Sejus, policiais militares e agentes penitenciários entraram na unidade para fazer a contenção. Ninguém ficou ferido. “Ao longo do dia de hoje, nenhuma unidade registrou conflitos. Em algumas delas, os próprios internos estão fazendo a limpeza das vivências”, afirma o órgão.
 
Medidas

Ainda por meio de nota, a Secretaria diz que realizou a transferência emergencial de internos para o Centro de Execução Penal e Integração Social, nova unidade prisional do Complexo Itaitinga II. “A medida teve como objetivo resguardar a integridade física desses internos, visto que eles foram ameaçados por outros internos”.
 
TAGS