PUBLICIDADE
Notícias

Prefeitura anuncia concurso público com abertura de 50 vagas

Edital será aberto até fim deste mês. Serão 50 vagas para o Iplanfor e Sepog, com salário inicial de até R$ 6 mil

20:50 | 15/04/2016

Concurso público para seleção de 50 servidores para o Instituto de Planejamento de Fortaleza (Iplanfor) e Secretaria do Planejamento, Orçamento e Gestão (Sepog) é anunciado pela Prefeitura Municipal de Fortaleza.

Segundo a assessoria da prefeitura, o edital será publicado até o fim deste mês, abrindo 50 vagas para Analista de Planejamento e Gestão, uma nova carreira no serviço público municipal, com salário inicial estimado em R$ 6 mil. O resultado final com homologação deve estar completo até 29 de junho e a convocação já começa até novembro.

Serão 20 vagas para a Sepog, 20 para o Iplanfor e outras dez vagas também para a Sepog, mas distribuídas em diversos órgãos da Prefeitura de Fortaleza para reforçar as redes corporativas ligadas ao planejamento e gestão, como compras e logística, gestão de pessoas e planejamento.

Conforme a prefeitura, o concurso será realizado pelo Instituto Municipal de Desenvolvimento de Recursos Humanos (Imparh). Além da prova objetiva, a titulação contará pontos e a experiência profissional terá peso relevante.

De acordo com a Lei Nº 0186, os candidatos deverão ter nível superior nos cursos de Administração, Agronomia, Arquitetura, Ciências Contábeis, Ciências da Computação e correlatos, Direito, Economia, Engenharia e Estatística.

Outras ações

O prefeito Roberto Cláudio (PDT) assinou a autorização para o concurso, na manhã desta sexta-feira, 15, na sede da Secretaria do Planejamento, Orçamento e Gestão.

Na ocasião, o prefeito também assinou a Ordem de Serviço para reforma do Centro de Abastecimento de Combustível da Prefeitura (CSA), equipamento da Sepog instalado no Montese, e para reforma nas instalações do Imparh. O prefeito ainda reinaugurou oficialmente o prédio da Sepog, na avenida Desembargador Moreira, 2875, no bairro Dionísio Torres, que também passou por reforma.

Redação O POVO Online 

TAGS