PUBLICIDADE
Notícias

Concursados da Guarda Municipal voltam a protestar no Paço Municipal

Grupo reivindica a convocação imediata de 750 candidatos formados no Concurso da Guarda Municipal. Sesec afirma que nomeação de candidatos não era obrigatória

12:23 | 20/04/2016

Os concursados da Guarda Municipal, acampados desde o último dia 4 de abril na calçada da Catedral, farão um novo protesto em frente ao Paço Municipal, a partir das 15 horas desta quarta-feira, 20.  Os manifestantes reivindicam a convocação de cerca de 750 candidatos que concluíram o Curso de Formação da categoria. A Secretaria Municipal de Segurança Cidadã (Sesec) diz que a capacitação do excedente era apenas garantia para eventual chamado de vagas remanescentes, mas que o concurso ofertava apenas mil vagas.

Os candidatos relatam que 1500 candidatos participaram da formação, mas apenas 756 foram convocados. "Os candidatos deixaram empregos para participar da formação, estão capacitados e agora aguardam a nomeação. Nós vamos continuar os protesto até o prefeito nos receber", afirma Fransicos Edivo Damasceno, um dos candidatos.

Francisco também critica a forma como a Prefeitura está tratando os manifestantes. "No primeiro dia que chegamos chamaram o GOE [Grupo de Operações Especiais], depois mandaram o Choque e houve uma série de abusos. O prefeito ainda mandou colocar placas de probido buzinar para a população não aderir ao movimento", diz.

[SAIBAMAIS 3] Segundo ele, os gastos da Prefeitura com o curso de formação não devem ser "desperdiçados". "Foram gastos R$ 12 milhões, o Roberto Cláudio fez uma propaganda que durou meses e agora não faz a convocação. Ele tem a maioria na Câmara e tem dinheiro, não tem desculpas", completa.

Sesec
A assessoria da Secretaria Municipal de Segurança Cidadã (Sesec) afirmou, por meio de sua assessoria de imprensa, que o edital do concurso deixa claro que seriam ofertadas apenas 1 mil vagas.

Em nota enviada ao O POVO Online, a Sesec informou que o prefeito deu posse a 756 agentes em julho de 2015. "Os 244 remanescentes serão empossados e estarão nas ruas até o dia 1º de dezembro deste ano. Esses que estão no cadastro de reserva poderão ser chamados nesse período, à medida que novas vagas surgirem, por exemplo, com a aposentadoria de agentes", disse.

O certame, segundo a Sesec, "é válido por dois anos, prorrogável por mais dois, e os demais nomes entrarão no cadastro de reserva e poderão ser chamados nesse período à medida que novas vagas surgirem, por exemplo, com a aposentadoria de agentes".

A capacitação extra dos candidatos de reserva, ainda conforme a Sesec, estava prevista no certame. "A capacitação desse excedente era justamente para ter pessoas aptas no cadastro de reserva", completa.

TAGS