PUBLICIDADE
Notícias

Membro da TUF é morto a tiros em confronto entre torcidas e policiais

Conhecido como "Sobralzin", Jullian chegou a ser levado por amigos ao hospital Frotinha da Parangaba, mas não resistiu aos ferimentos

21:36 | 13/03/2016

Membro da Torcida Uniformizada do Fortaleza (TUF), Jullian de Souza Cavalcante, 21, foi baleado e morreu, na tarde deste domingo, 13, após um confronto envolvendo torcidas organizadas e policiais militares, no bairro Bom Jardim, na Capital. No mesmo episódio, dois policiais e pelo menos noves torcedores ficaram feridos. O estado de saúde das vítimas não foi informado.

Conhecido como “Sobralzin”, Jullian chegou a ser levado por amigos ao hospital Frotinha da Parangaba, mas não resistiu aos ferimentos. Segundo o irmão da vítima, Júlio de Souza Cavalcante, o jovem foi atingido por disparo efetuado pela Polícia Militar.

“Ele estava a caminho do jogo, com um grupo de torcedores, porque era da bateria da TUF. Teve esse confronto, os policiais atiraram e ele foi baleado nas costas”, lamentou Júlio. Nas redes sociais, amigos do jovem também diziam que o tiro partiu dos policiais.

[SAIBAMAIS1]

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), entretanto, nega a versão. Em nota oficial, o órgão informou que a PM é orientada a “não utilizar arma letal na dispersão de grupos”. O texto também afirma que, no local indicado da ocorrência, não há “registro de intervenção policial e, sim, de confronto entre torcidas” e que a investigação sobre o homicídio buscará determinar “de onde partiu o tiro”.

TAGS