PUBLICIDADE
Notícias

Entrevistadores de pesquisa sobre violência contra a mulher têm aula inaugural na UFC

15:45 | 28/03/2016
A Universidade Federal do Ceará (UFC) recebeu na manhã desta segunda-feira, 28, a aula inaugural da Pesquisa de Condições Socioeconômicas e Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher (PCSVDFMulher).

O treinamento de 40 horas/aula é direcionado a 45 entrevistadoras que vão visitar de abril a julho 10 mil casas nas nove capitais do Nordeste. Em Fortaleza, serão mil famílias entrevistadas.

A pesquisa é uma iniciativa do Programa de Pós-Graduação em Economia (CAEN) da UFC, em parceria com o Instituto Maria da Penha (IMP).

As entrevistas serão refeitas um ano depois para que os dados de 2016 e 2017 sejam cruzados. Os resultados obtidos servirão para que as pesquisadoras promovam workshops e estudos divulgando os dados obtidos no levantamento.

"A minha expectativa é que o resultado dessa pesquisa nos traga a oportunidade de sensibilizar os gestores públicos. Uma lei somente no papel não vale nada", declarou a ativista dos direitos das mulheres que dá nome à Lei Maria da Penha, que completa dez anos em agosto.

O treinamento inclui palestras de pesquisadores sobre temas como ética na pesquisa e violência contra a mulher, além de aulas técnicas sobre coleta de dados.

"É um projeto multidisciplinar que envolve antropólogos, sociólogos, estatísticos, economistas, pessoas do Direito. É um chamamento para quem estiver interessado no tema. A gente está fazendo isso com o objetivo que, muitas vezes, é esquecido por nós, cientistas. A Ciência tem que chegar na ponta, na população", ressaltou o professor José Raimundo de Carvalho, coordenador do projeto.

Henry de Holanda Campos, reitor da UFC, anunciou que a Universidade realizará evento comemorativo em agosto para celebrar os dez anos da Lei Maria da Penha.

"São dez anos da Lei, mas deveríamos ter muito mais efeitos práticos dessa legislação. Logo que o Prof. Raimundo nos trouxe esse projeto, nós o acolhemos com entusiasmo. Trazer essa pauta para a formação dos nossos alunos e dar uma resposta para a sociedade é papel da Universidade", explicou o reitor da UFC.
TAGS