PUBLICIDADE
Notícias

Cinco pessoas são presas e 22 kg de drogas apreendidos em Fortaleza

As ações ocorreram nos bairros Quintino Cunha, Jangurussu, Parangaba e Maraponga, todos situados em Fortaleza

19:20 | 14/03/2016

Três ações da Polícia Civil resultaram na apreensão 22 quilos de drogas - entre maconha, crack e cocaína - nos bairros Quintino Cunha, Jangurussu, Parangaba e Maraponga, todos situados em Fortaleza. Cinco pessoas foram presas, três homens e duas mulheres. As buscas foram realizadas na última quinta-feira, 10, e fazem parte de uma operação da Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD).

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), em uma das ações, os policiais receberam informações sobre uma entregada de entorpecentes e, nas outras duas investidas da Polícia, foram realizadas após denúncia sobre o comércio ilegal de drogas. Foram apreendidos 15 quilos de maconha, pouco mais de seis quilos de cocaína, 140 gramas de crack e pouco mais de dois quilos de pó branco usado na mistura dos tóxicos, além de uma balança de precisão, celulares e objetos utilizados na embalagem e manuseio das substâncias.

Prisões
Jorge Gabriel Lopes Gomes, 22, que possuía um mandado de prisão em aberto por tráfico de drogas, além de responder a procedimentos policiais por porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas, foi preso no bairro Quintino Cunha. A denúncia era que ele comercializava drogas e que tinha recebido cocaína pura para ser desdobrada.
[SAIBAMAIS3]
Com ele, foram apreendidos seis quilos de cocaína, uma balança de precisão, utensílios utilizados na mistura da droga e dois celulares. Jorge foi autuado em flagrante por tráfico de drogas.

Já Douglas Pereira, 18, foi preso no bairro Jangurussu e autuado por tráfico de drogas. Os policiais foram até a residência dele para uma averiguar uma denúncia de tráfico de drogas e encontraram maconha, crack, cocaína e um pó branco usado na mistura dos ilícitos. Douglas assumiu a propriedade do material que seria comercializado.

Ao todo, foram aprendidas 300 gramas de maconha em dois pedaços, 435g de cocaína, 140g de crack, 2,8kg de pó branco e um celular.

Por último, a Polícia prendeu mais três pessoas no momento de uma entrega de um pacote com drogas. Marluce de Lima Siqueira, 20, Katia Cordeiro, 21, e Valdemir Forte de Sousa Junior, 21, que já responde por roubo, porte ilegal de arma de fogo e porte de uso restrito, foram presos em um posto de combustível no cruzamento da avenida Silas Munguba com a rua Germano Frank.

As duas mulheres iriam entregar o pacote a Valdemir, que as esperava em um carro no posto de combustível. Debaixo do banco do motorista do veículo do suspeito, a Polícia encontrou dois tijolos de maconha.

Valdemir ainda quis enganar os investigadores, apresentando carteira de identidade falsificada, com outro nome. As mulheres foram questionadas quanto à origem da droga e uma delas informou que os entorpecentes foram entregues por uma mulher identificada como Sara, residente na rua Mimosa Coelho, bairro Maraponga.

Os policiais foram até a residência e encontraram o imóvel com as portas abertas. Populares informaram que a proprietária da casa havia acabado de fugir. No local, foram encontrados dois tijolos de maconha, além de um alvará de soltura de um homem, expedido pela segunda vara de delitos de tráfico de drogas. Durante as buscas, um popular informou que o restante da droga estava numa casa desocupada, na mesma Rua. Lá, foram achadas várias outras peças de maconha, escondidas dentro de uma caixa de papelão.

Marluce confessou que recebeu R$ 50 para entregar o pacote a Valdemir. Para não ir só, ela chamou à amiga, Kátia. Ao todo, nesta ação, foram apreendidos 14,550 kg de maconha prensada, o carro Ford Fiesta, dois celulares, duas facas, o RG falsificado e materiais usados na embalagem dos tóxicos. O trio foi autuado por tráfico e associação para o tráfico de entorpecentes. Valdemir também foi autuado por uso de documento falso. As informações das prisões são da SSPDS.

 

Redação O POVO Online

TAGS