PUBLICIDADE
Notícias

Alemão chega a Fortaleza e é transferido para penitenciária de Pacatuba

Antônio Jussivan chegou por volta das 21 horas em um voo comercial. Ele é considerado o mentor do furto ao Banco Central

23:20 | 11/03/2016
NULL
NULL

Atualizada às 23h55min 

 

Antônio Jussivan Alves dos Santos, o Alemão, considerado o mentor do furto ao Banco Central foi recambiado para o sistema prisional do estado do Ceará na noite desta sexta-feira, 11. O preso chegou em Fortaleza de maneira sigilosa e foi encaminhado a Penitenciária Francisco Hélio Viana de Araújo, em Pacatuba, Região Metropolitana de Fortaleza, por volta das 21 horas.

O POVO apurou que Alemão chegou ao Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza, por meio de um voo comercial da Avianca. Em seguida o carro que transportou Alemão foi escoltado por militares do Comando Tático Motorizado (Cotam), do Batalhão de Choque. 


O juiz da Vara de Execuções penais, Luiz Bessa Neto, afirmou que havia requisitado a devolução de "Alemão" à Fortaleza. "Ele é preso de Fortaleza e os juízes de São Paulo haviam requisitado para ele responder a uma instrução criminal em São Paulo. Devido à demora, eu como um juiz zeloso, providenciei a devolução dele para Fortaleza", explicou.

 

A Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus) confirmou a chegada do interno e informou que houve a escolta pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen), do Ministério da Justiça


O caso
 
No ano de 2015, Alemão foi condenado a 80 anos, dez meses e 20 dias em regime fechado pelo crime de lavagem do dinheiro obtido no furto à caixa-forte do Banco Central em Fortaleza. Ele aplicou o dinheiro, segundo as investigações, nos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e no Distrito Federal.

Outras 10 pessoas também foram condenadas por participação no crime, conforme a sentença expedida na última sexta-feira, 21, pelo juiz federal Danilo Fontenelle Sampaio.

 

>Alemão é condenado a 80 anos por lavagem de dinheiro 

 

 Cobertura exclusiva
 
Em julho, O POVO iniciou uma série de reportagens exclusivas sobre os 10 anos do furto ao Banco Central. O jornal trouxe documentos, vídeo inédito do interior da caixa-forte e da casa que serviu de base para o furto milionário.

O hotsite com o conteúdo completo pode ser acessado em

 https://bit.ly/1LBzZ21

TAGS