PUBLICIDADE
Notícias

Servidores do Município declaram estado de greve

O Sindifort garante que convocará greve caso não seja concedido aumento salarial de 19,46%. Prefeitura deve oferecer aumento que não compensa a inflação de 2015, critica o sindicato

12:40 | 26/02/2016
NULL
NULL
Servidores municipais declararam estado de greve, em assembleia realizada nesta sexta-feira, 19, em frente ao Paço Municipal, no Centro, após passeata que saiu da Praça do Bandeira. A partir de agora, serão realizadas assembleia no diversos sindicatos de servidores para a adesão ao movimento do Sindicato dos Servidores e Empregados Públicos do Município de Fortaleza (Sindifort). Já marcaram assembleias setores como o dos trabalhadores da Autarquia Municipal de Trânsito, Serviços públicos e Cidadania (AMC), do Instituto Dr. José Frota e Guardas Municipais. O calendário completo das assembleias será divulgado nesta tarde.

O Sindifort garante que convocará greve caso não seja respeitada a reivindicação de reajuste salarial. Os servidores querem um aumento de 19,46%, para "recuperar o poder de compra que a categoria tinha em 2008", conforme cálculo do economista Aécio Oliveira, professor da Universidade Federal do Ceará (UFC). O prefeito Roberto Cláudio (PDT) ofereceu um aumento que não repõe sequer a inflação de 2015, que foi de 11,43% segundo o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), lamenta Eriston Lima Ferreira, diretor do Sindifort.

Ele afirma que a crise financeira que atinge o País não justifica a negativa, como sustenta a Prefeitura, citando que a verba destinada ao Gabinete do Prefeito aumentou 37% neste ano. Eriston também critica o percentual de 44% gasto com os servidores pela folha de pagamento da Prefeitura, sendo que se pode gastar até 54%. A data base dos servidores é 1º de janeiro.

Categorias como a dos professores e dos dentistas e enfermeiros do Programa Saúde Família (PSF) já declararam greve. Estão em estado de greve categorias como a dos fiscais.

Servidores do Estado
Estiveram apoiando a manifestação representantes do Fórum Unificado das Associações e Sindicatos dos Servidores Públicos Estaduais do Ceará (Fuaspec). A coordenadora geral do Fuaspec, Eliene Uchôa, afirma que os servidores do Estado estão em situação semelhante aos municipais. Na terça-feira, 1º, haverá plenária sindical da categoria na Praça do Ferreira. O Fuaspec exige aumento de 12,67%.
TAGS