PUBLICIDADE
Notícias

Servidores da saúde e educação protestam em frente ao Paço Municipal

Os dentistas e enfermeiros reivindicam reajuste salarial de 19%, enquanto os professores pedem reajuste de 11,36%

17:45 | 25/02/2016
NULL
NULL

Atualizada às 22h19min

Dentistas, enfermeiros e professores fizeram um protesto unificado em frente ao Paço Municipal, na tarde desta quinta-feira, 25, em Fortaleza . Os servidores bloquearam a rua de acesso do centro administrativo e buscaram diálogo com o Governo Municipal.

Segundo o Sindicato dos Odontologistas do Estado do Ceará (Sindiodonto), os professores estiveram reunidos com representantes do governo, mas os profissionais de saúde cjegaram no quarto dia de greve e ainda não foram recebidos pelo executivo ou seus representantes.  

Conforme o Sindiodonto, os dentistas e enfermeiros reivindicam reajuste salarial de 19%, a incorporação de gratificação e a regulamentação da carga horária dos servidores do PSF. Já os professores pedem reajuste salarial de 11,36% para garantir o piso salarial nacional.

[SAIBAMAIS 2] Sindiute  

Segundo a diretora executiva do Sindicato Único dos Trabalhadores da Educação do Ceará (Sindiuite), Gardência Baima, aconteceu uma audiência com a Prefeitura, uma representação do comando de grave e representantes da câmara dos vereadores. "Não foi decidido nada. Estamos em uma rodada de conversa com os vereadores se posicionando sobre a proposta da Prefeitura", explicou. 

A respeito da decisão da Justiça pela ilegalidade da greve dos professores em Fortaleza, a diretora disse que o sindicato ainda não foi notificado e que qualquer manifestação da categoria será por meio de assembleia geral. Nesta sexta-feira, 26, acontecerá a assembleia na Praça José Bonifácio, ás 9 horas. 

Conforme Gardênia, a audiência estava prevista após a manifestação. "Estamos fazendo virgilia simbolicamente com as velas acesas. Simbolizando a intenção dos professores de dialogar. Temos a expectativa do diálogo", relata.

 Redação O POVO Online

 

 

TAGS