PUBLICIDADE
Notícias

Padre cearense fala sobre encontro com papa Francisco

O primeiro padre youtuber do Ceará, Rafhael Maciel, foi nomeado junto com Dênys Lima, Antonio Furtado, Livandro Monteiro e Almeida Neto, também da Arquidiocese de Fortaleza

19:30 | 10/02/2016
NULL
NULL
Os padres Missionários da Misericórdia, nomeados pelo papa Francisco, foram recebidos na Basílica de São Pedro na véspera desta Quarta-feira de Cinzas. Sete sacerdotes cearenses estão entre os mil escolhidos pelo mundo. O Jubileu Extraordinário, ocorrido no fim da tarde desta quarta, pode ser assistido pelo YouTube.
 
O sacerdote da Arquidiocese de Fortaleza, Rafhael Maciel, conheceu o papa nesta terça, 9. "Estar na presença do Papa e poder escutar ao vivo suas palavras dão ainda mais força para viver essa missão”, descreve o sacerdote. O Papa Francisco pede que estes “Missionários sejam anunciadores da alegria do perdão", contou. 
 
Natural de Maranguape, afirmou que a oportunidade de servir as pessoas sempre será uma graça divina. "E receber este mandato especial do Santo Padre para ser dispensador da Misericórdia de Deus de modo particular neste Jubileu é sem dúvida dom de Deus para ser transmitido", continuou.
 
Da Capital cearense também foram nomeados os padres da Comunidade Católica Shalom Dênys Lima, Antonio Furtado, Livandro Monteiro e Almeida Neto. 
 
O papa pede que os Missionários da Misericórdia sejam "pregadores convincentes da misericórdia" e que se organizem "nas dioceses, 'missões populares', de modo que estes Missionários sejam anunciadores da alegria do perdão. Seja-lhes pedido que celebrem o sacramento da Reconciliação para o povo, para que o tempo de graça, concedido neste Ano Jubilar, permita a tantos filhos afastados encontrar de novo o caminho para a casa paterna".

Rafhael Maciel acabou se tornando ainda o primeiro padre youtuber do Ceará. Ele gravou uma websérie para internet sobre o Jubileu Extraordinário da Misericórdia. Nesta quarta, o padre publicou no canal Jubileu 16 um vídeo direto de Roma. Assista:
 
[VIDEO1]
 
Redação O POVO Online
TAGS