PUBLICIDADE
Notícias

Centenas de pessoas acompanham cortejo de policial morto em assalto

O soldado Augusto Herbert Rabelo Félix foi sepultado neste sábado às 17h30min no cemitério Parque da Paz

18:00 | 13/02/2016
NULL
NULL

Centenas de pessoas, entre agentes de segurança pública, amigos e familiares, estiveram presentes no cortejo que acompanhou o corpo do soldado da Polícia Militar (PM) Augusto Herbert Rabelo Félix. O enterro do policial, morto na sexta-feira, 12, ocorreu às 17h30min deste sábado, 13, no cemitério Parque da Paz, no bairro Passaré.

O corpo saiu da Caixa Beneficente dos Militares do Ceará (Cabemce), localizada no bairro Benfica, às 16h. O corpo do soldado Félix percorreu o trajeto em um carro do Corpo de Bombeiros. A comitiva foi acompanhada por representantes do Corpo de Bombeiros, de diversas delegacias da Polícia Civil e por vários batalhões da Polícia Militar. A PM não fez uma estimativa do número de pessoas. "Não nos preocupamos com isso nesse momento de homenagem", afirmou o tenente-coronel Mendonça, porta-voz da PM.

No local, a família não quis falar com a imprensa, assim como os agentes escalados. Confira abaixo vídeo enviado por leitor ao O POVO Online da comitiva que escoltou o corpo do soldado:

[VIDEO1] 

 

Perfil
Augusto Herbert tinha 27 anos e estava na PM há seis anos. Ele ingressou na corporação no Batalhão de Policiamento Comunitário (Ronda do Quarteirão), antes de entrar no Batalhão de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio).

O soldado Félix estava em uma moto quando foi abordado por uma dupla, também em uma moto. O policial reagiu e acabou sendo baleado por Gabriel Alves de Lima. No tiroteio, o comparsa de "Biel", Bruno de Barros foi morto. Minutos após o crime, Gabriel, conforme investigação policial, matou o comerciante José Vilemar de Freitas, de 83 anos, em uma mercearia no bairro Jardim Iracema.

 

Gabriel foi preso na manhã deste sábado, 13, no distrito de Pecém, em São Gonçalo do Amarante (Grande Fortaleza). A arma do policial não foi encontrada, porém.

 

Redação O POVO Online
TAGS