PUBLICIDADE
Notícias

1,8 milhão de imóveis foram visitados em campanha de enfrentamento ao Aedes aegypti

O primeiro ciclo da ação é finalizado, nesta segunda-feira, 29, com 1,8 milhão de imóveis visitados

14:30 | 29/02/2016
NULL
NULL
A Campanha de Enfrentamento à dengue, chikungunya e zika visitou 1,8 milhão de imóveis no Ceará. O número, que representa 73% de todos os terrenos e casas do Estado, marca o encerramento do primeiro ciclo da tarefa, nesta segunda-feira, 29. Desses, 144 mil imóveis não puderam ser vistoriados, segundo o coordenador da ação, Moacir Tavares.

Em entrevista na rádio O POVO CBN ao programa O POVO no Rádio, o coordenador informou também que o número de casos reduziu em relação ao ano passado. Em janeiro de 2015, foram registrados 1.700 casos de dengue. No mesmo período deste ano, somente 479 casos foram confirmados. 

"O principal fato da redução se soma fundamentalmente a participação da sociedade na eliminação dos criadouros", disse em relação ao primeiro ciclo. "Nós melhoramos, mas não podemos baixar a guarda. Em março geralmente chove no Estado e o pico epidemológico é em meados de abril", explica, classificando a atuação durante o mês de março "fundamental".

Durante o ciclo, 759 pessoas se recusaram a receber os agentes de enfrentamento. 
 
 
Redação O POVO Online
TAGS