Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Sisu 2016: Medicina e Administração são os cursos mais procurados da UFC

Conforme a pró-reitoria de graduação, neste primeiro dia de inscrições, mais de 82 mil alunos se candidataram a vagas nos 108 cursos disponíveis
18:06 | Jan. 11, 2016
Autor O Povo
Foto do autor
O Povo Jornal
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Os cursos de Medicina (Fortaleza), Direito (noturno), Administração (noturno), Enfermagem e Psicologia foram os cursos mais procurados na Universidade Federal do Ceará (UFC), neste primeiro dia de inscrições do Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

Conforme a pró-reitoria de graduação, até às 17h30min desta segunda-feira, 11, a UFC já havia recebido mais de 82 mil inscrições. Medicina lidera o ranking com 4.713 inscritos; seguida pelos cursos de Administração (3.484), Psicologia (3.160), Direito (3.067) e Enfermagem (2.503).

De acordo com o coordenador do Sisu na UFC, professor Miguel Franklin, a instituição oferece 6.288 vagas distribuídas entre 108 cursos, nos campi de Fortaleza, Sobral, Quixadá, Russas e Crateús.
[SAIBAMAIS 3]
Ainda segundo o professor, o monitoramento continua sendo realizado de hora em hora. Parciais sobre a demanda de cursos serão lançadas diariamente no site da UFC.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Sisu

O Sisu se trata de um sistema informatizado gerenciado pelo Ministério da Educação (MEC) no qual instituições públicas de ensino superior ofertam vagas para candidatos que participaram do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) e que não tiraram nota zero na redação.

Os estudantes podem ter acesso a informações sobre inscrições no curso escolhido, por meio do novo aplicativo do Sisu, disponibilizado pelo Ministério da Educação (MEC).

O app está disponível para download para as plataformas Android, iOS e Windows Phone.

Redação O POVO Online

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags