PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Pesquisador radicado no Ceará é capa da revista nova-iorquina Science

Estudo foi feito por Alexander Birbrair em parceria com pesquisadores de outras nacionalidades. A Science é uma das revistas científicas mais prestigiadas do mundo

Luana Severo
13:42 | 12/01/2016
NULL (Foto: )
NULL (Foto: )

Atualizada às 21h20min

Uma pesquisa sobre células-tronco assinada pelo biomédico Alexander Birbrair, de 29 anos, e por pesquisadores de outras nacionalidades, foi capa da revista Science no último sábado, 8. O cientista é graduado pela Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), em Ilhéus, na Bahia, e doutor em Neurociência pela Wake Forest University, na Carolina do Norte, nos Estados Unidos. Ele nasceu em Israel, mas se criou desde os sete anos de idade em Fortaleza.

 

Na pesquisa que foi destaque da última edição da Science, ele e os outros profissionais escrevem sobre pericitos (células associadas aos vasos sanguíneos) capazes de promover a expansão das células-tronco hematopoiéticas, que originam as células sanguíneas adultas.

“Embora outros tipos de células-tronco sejam rotineiramente cultivadas em placas de Petri (recipientes cilíndricos e achatados de vidro), as células-tronco hematopoéticas são muito difíceis de cultivar em laboratório”, justificou ao O POVO Online. E detalhou: “Esta pesquisa pode permitir aos investigadores recriar esse ambiente em uma placa de Petri”.

Sobre a publicação da descoberta na revista de prestígio internacional, Alexander se mostrou empolgado com o reconhecimento. “A Science publica apenas trabalhos de forte influência na ciência mundial e com a condição de representar um significativo avanço no entendimento científico. Mesmo trabalhos excelentes são rejeitados”, salientou.

Contribuição
Apesar de, atualmente, morar e trabalhar em Nova York, no Albert Einstein College of Medicine, Alexander pretende retornar ao Brasil e compartilhar aqui os conhecimentos adquiridos no exterior. “Planejo retornar e ajudar no crescimento da Ciência que ocorre em nosso País. Tento aprender o máximo aqui nos Estados Unidos para poder contribuir e formar colaborações frutíferas no Brasil”.
[FOTO2]
Seus pais, Lev Birbrair e Marina Sobolevsky, são professores da Universidade Federal do Ceará (UFC) e da Universidade Estadual do Ceará (Uece), respectivamente. Birbrair conta ainda que só cursou Biomedicina na Bahia porque, na época, em 2005, a formação ainda não era dada na UFC.

Saiba mais
Traduzido para o português, o artigo publicado intitula-se “Nicho das células-tronco hematopoiéticas no fígado fetal associado aos vasos portais”.

Confira o estudo completo disponível para assinantes da Science.

TAGS