PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Delegado que presidiu o inquérito do Caso Alanis diz que foi um dos casos mais marcantes

17:46 | 07/01/2016

Com mais de 10 anos atuando como delegado de Polícia Civil, Lira Ximenes, na época titular do 12º DP (Conjunto Ceará) explica que esse foi um dos casos mais marcantes para ele.

O delegado explica que, por coincidência do destino, estava de plantão quando aconteceu o crime e a família o procurou no distrito policial. Ele, que presidiu o inquérito, diz que foi até o local onde foi encontrado o corpo e participou das investigações até o último momento para encontrar o assassino, que hoje se encontra preso e condenado.
[SAIBAMAIS2]
Lira Ximenes também ouviu o depoimento de Casin e diz que não houve um momento em o homem demonstrasse arrependimento. "Me assustei com o depoimento, pela frieza com que ele confessou. Só pode ser um doente", relatou.

Casin foi preso seis dias após o desaparecimento de Alanis e o delegado afirma que, se fosse solto hoje, Casin cometeria o mesmo crime novamente. "Até porque não é o primeiro caso. Antes da Alanis teve outra criança e a menina só sobreviveu, pois ele pensou que estava morta", relatou.

Redação O POVO Online

TAGS