PUBLICIDADE
Notícias

Bolsonaro é recepcionado em Fortaleza por manifestantes contra Dilma

Os manifestantes, que são contra o Governo PT, entoaram hinos como "Bolsonaro guerreiro, orgulho brasileiro", além do recorrente "Fora Dilma". Deputado vai participar de ato em Fortaleza, neste domingo, 16 de agosto

08:14 | 14/08/2015

O deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) desembarcou em Fortaleza na noite dessa quinta-feira, 13. Com hinos de "Fora Dilma", ele foi ovacionado no Aeroporto Internacional Pinto Martins e sorriu para os manifestantes contra o Governo, que vão realizar atos neste domingo, 16.

Bolsonaro participa, nesta sexta-feira, 16, de evento um em Quixadá sobre a proposta de reforma do Estatuto do Desarmamento, em debate na Câmara. O convite ao parlamentar foi feito pelo deputado cearense Cabo Sabino (PR), integrante da comissão especial que debate a reforma.

Ele é um dos parlamentares mais polêmicos do Congresso Nacional. Conhecido por suas declarações em defesa da ditadura militar e contra os direitos humanos, é deputado federal desde 1991. Pré-candidato à sucessão de Dilma Rousseff, o militar da reserva tem 5,5% das intenções de voto, de acordo com pesquisa CNT/MDA divulgada em julho. Veja o vídeo da chegada dele:

[VIDEO1]

No Facebook, a página "Bolsonaro Zuero 3.0" também publicou um vídeo com a alcunha do deputado na Internet. Até a manhã desta sexta-feira, 14, a postagem já possuía mais de 1.300 "curtidas" e 90 compartilhamentos. Veja:

[VIDEO2] 

 

%2b Confira dez frases polêmicas de Jair Bolsonaro

[SAIBAMAIS 2] Emendas

Apesar dos 24 anos de experiência na Câmara, apenas em 2015 Bolsonaro conseguiu aprovar sua primeira emenda na Casa, tornando obrigatória a impressão do voto pela urna eletrônica. O congressista usa uma metáfora esportiva para explicar sua atividade na Câmara. Segundo ele, “tão importante quanto fazer uma cesta de três pontos, é dar um toco lá atrás e evitar que o adversário faça uma cesta”.

Como exemplo, cita o “kit gay”, projeto do governo federal criado para combater a homofobia e que foi acusado por integrantes da chamada “bancada evangélica” de fazer proselitismo contra a heterossexualidade.

Redação O POVO Online
TAGS