PUBLICIDADE
Notícias

Operários da construção civil e motoristas de ônibus protestam contra prisão de sindicalista

A manifestação é organizada pelo Sindicato dos Trabalhadores da Indústria da Construção Civil da Região Metropolitana de Fortaleza e pelo Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários

09:07 | 25/06/2015
NULL
NULL

Um grupo de operários da construção civil e motoristas de ônibus realiza um protesto em frente à superintendência da Polícia Civil, no Centro de Fortaleza, na manhã desta quinta-feira, 25. Os manifestantes exigem a libertação do coordenador da Central Sindical e Popular (CSP – Conlutas), José Batista Neto, preso durante a paralisação do terminal do Papicu, na manhã de quarta-feira, 24.

A manifestação é organizada pelo Sindicato dos Trabalhadores da Indústria da Construção Civil da Região Metropolitana de Fortaleza (STICCRMF) e pelo Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários (Sintro-CE), que acusam a Polícia os empresários de criminalizarem o movimento.

[SAIBAMAIS 2] De acordo com o coordenador geral do STICCRMF, a prisão foi arbitrária e injusta. “Estamos aqui em repúdio a truculência da Polícia e dos empresários, que tentam nos impedir de lutar pelos nossos direitos. Alguns operários saíram de seus trabalhos para apoiar e se juntar a nós”, completou.

Segundo a Polícia Civil, a prisão foi em flagrante por: atentado contra a liberdade de trabalho; paralisação de trabalho de interesse coletivo; atentado contra a segurança de outro meio de transporte; e desobediência a ordem judicial que determina que, em manifestação ou paralisação, não pode haver bloqueio de via pública. Conforme a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), José Batista bloqueou o acesso ao terminal com uma Kombi, impedindo o fluxo dos ônibus.

[FOTO2]

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Redação O POVO Online
TAGS