PUBLICIDADE
Notícias

PF investiga associação criminosa entre traficantes e auditores da Sefaz

Ao todo, são cumpridos oito mandados de busca e apreensão. Um auditor administrador e um servidor terceirizado devem ser afastados de suas funções

11:04 | 19/12/2014

Atualizada às 11h16min

A Polícia Federal (PF) deflagrou, na manhã desta sexta-feira, 19, a ''Operação Publicanos'' com o objetivo de investigar uma possível associação criminosa entre traficantes de drogas e auditores da Secretaria da Fazenda (SEFAZ/CE). São cumpridos oito mandados de buscas e apreensão em Fortaleza, Aracati e Mossoró (RN).

Segundo a Polícia, as suspeitas começaram após a apreensão de 2,5 toneladas de maconha – oriundas de um esquema de tráfico internacional de drogas. “A carga teria sido detectada por auditores fiscais e liberada após pagamento de valores”, detalha a PF, em nota.

Os investigados podem responder por crime de associação ao tráfico, corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Também foi iniciado o cumprimento de determinação judicial para o afastamento do exercício das funções de um auditor administrador do posto fiscal e de um servidor terceirizado.

Os mandados foram expedidos pela 3ª Vara da Comarca de Aracati e os nomes dos suspeitos não foram divulgados, pois as investigações seguem em segredo de Justiça. O POVO Online tentou entrar em contato com a direção da Sefaz, mas as ligações ainda não foram atendidas.

Redação O POVO Online
TAGS