PUBLICIDADE
Notícias

Crato 250 anos: livro e documentário traçam linhas da história de afeto da cidade

O projeto é uma realização da Fundação Demócrito Rocha e do Jornal O POVO, com concepção do jornalista Cliff Villar, edição geral de Ana Naddaf e projeto gráfico de Andréa Araújo

18:18 | 19/12/2014
NULL
NULL
Misturando ilustrações, fotogramas e palavras, serão lançados no Instituto Cultural do Cariri (ICC), neste sábado, 20, um livro e um documentário que traçam algumas linhas da história de 250 do Crato, homenageando a cidade e seus diversos personagens.

O projeto é uma realização da Fundação Demócrito Rocha e do Jornal O POVO, com concepção do jornalista Cliff Villar, edição geral de Ana Naddaf e projeto gráfico de Andréa Araújo.

Além de reunir histórias de pessoas comuns, das transformações da cidade, das manifestações culturais, que vão do mais popular ao erudito, a publicação traz ainda entrevistas com três personalidades principais, que têm a vida imersa nos significados do Sertão. São eles, o cineasta Rosemberg Cariry, o artista-plástico Sérvulo Esmeraldo e o escritor e jornalista Xico Sá.

Sem uma narrativa linear, Crato 250 anos não tem o compromisso de enumerar acontecimentos. Para a jornalista Ana Naddaf, “o livro traz um sertão “sem porteiras”, um lugar que se orgulha de se fazer sede da mais pura tradição popular ou de ser terreno fértil das ações de vanguarda, um centro que presenciou movimentos religiosos e lutas populares, um caldeirão - em fervura alta - que se orgulha de estar sempre pronto a receber, transformar e difundir as culturas e artes do Nordeste”.

O documentário tem produção e direção de Roberto Santos e da equipe da TV O POVO. O livro estará disponível para venda a partir do dia 5 de janeiro.

Serviço:

Lançamento Crato 250 anos

Onde: Instituto Cultural do Cariri (ICC)

Quando: sábado, 20/12

Hora: 19h30min

Redação O POVO Online

TAGS