PUBLICIDADE
Notícias

25 pacientes aguardam órgãos para transplantes no Hospital de Messejana

Com a falta de doação, a unidade está há dois meses sem realizar transplantes de coração e os pacientes sobrevivem com a ajuda de drogas vasoativas

13:55 | 10/12/2014
O Hospital Dr. Carlos Alberto Studart Gomes, em Messejana, necessita de transplantes de coração e pulmão para seus pacientes, que estão na fila de espera. Segundo a Unidade de Transplante e Insuficiência Cardíaca, 15 pessoas aguardam na fila para transplantes cardíacos e três delas estão em estado grave.

Com a falta de doação, a unidade está há dois meses sem realizar transplantes de coração e os pacientes sobrevivem com a ajuda de drogas vasoativas. “Temos urgência e acreditamos que o sentimento de solidariedade das pessoas aflora nesta época. A esperança é que as doações apareçam para salvar essas vidas”, explica João David de Souza Neto, coordenador da Unidade de Transplante Cardíaco do Hospital de Messejana.

Os outros dez pacientes que aguardam na fila precisam de transplantes de pulmão, conforme a unidade, e também estão em situação preocupante. Neste ano, a equipe do hospital realizou 18 transplantes de coração, mas a expectativa é que os números aumentem com a conscientização das pessoas.

Neste ano, o Ceará bateu um recorde de transplantes, com 1.275 transplantes, número superior ao registro de 2013. Para ser um doador de órgão, o paciente deve comunicar em vida o desejo aos familiares; ainda assim, a decisão final cabe à família, segundo a Secretaria da Saúde do Estado do Ceará (SESA).

Redação O POVO Online com informações do Hospital de Messejana
TAGS