PUBLICIDADE
Notícias

Traficante de drogas do Barroso é condenado a seis anos de prisão

Magistrado que analisou o caso disse que as provas do processo foram suficientes para entender que as substâncias encontradas tinham nítido fim de comércio ilícito

16:35 | 05/11/2014

A Justiça Estadual condenou Carlos Henrique Sousa Lima a seis anos de reclusão, por tráfico de drogas no bairro Barroso, em Fortaleza. Além disso, ele terá de cumprir pena de um ano e seis meses de denteção por porte ilegal de arma de fogo. A decisão foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico (DJE) de segunda-feira, 3.

De acordo com o processo, em 22 de janeiro deste ano, policiais militares receberam uma denúncia anônima sobre o caso. Já no local, os agentes encontraram o traficante baleado, com uma arma de fogo e sacos plásticos embaixo da rede em que estava deitado. Os policiais ouviram barulhos durante a abordagem e se foram até a casa vizinha, onde foram encontradas 132 pedras de crack e R$ 214. Carlos Henrique negou o crime e requereu a inocência do crime por falta de provas.

O magistrado da 3ª Vara de Delitos de Tráfico de Drogas de Fortaleza, juiz Flávio Vinícius Bastos Sousa, analisou o caso e relatou que as provas do processo demonstram que o réu é culpado. “A materialidade do delito de tráfico de drogas praticado pelo réu está demonstrada pelo auto de apresentação e apreensão e no laudo de exame toxicológico definitivo”.

Chefe do tráfico no Barroso

O POVO Online apresentou a prisão de “Henrique do Barroso”, em janeiro de 2014. Ele foi pego em uma clínica médica, no Centro de Fortaleza, enquanto aguardava atendimento. O chefe do tráfico comandava a ação no bairro e já tinha um mandado de prisão em aberto, solicitado pela Divisão de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP).

Redação O POVO Online 

TAGS