PUBLICIDADE
Notícias

Pastor é morto a tiros em cruzamento da Santos Dumont com Via Expressa

Paulo César de Araújo, 46, era funcionário da Regional II. Ele foi morto com um tiro no peito enquanto aguardava a passagem de um trem na Via Expressa

19:32 | 05/11/2014
NULL
NULL

Atualizada às 22h

O pastor e funcionário da Secretaria Regional II, Paulo César de Araújo, 46, foi morto na tarde desta quarta-feira, 5, no cruzamento entre as avenidas Santos Dumont e Via Expressa, no bairro Papicu, com um tiro no peito esquerdo.
De acordo com o tenente coronel Sávio Bezerra, comandante do 8º Batalhão da Polícia Militar, a vítima foi abordada por dois jovens, enquanto aguardava a passagem do trem, no sinal entre as avenidas.

Ainda de acordo com o comandante, os dois jovens, provavelmente adolescentes, desceram do trem e anunciaram o assalto. O carro do pastor, um Celta, estava com os vidros levantados. Os assaltantes pediram que Paulo César baixasse o vidro e, com a recusa, um dos jovens efetuou um disparo, que atingiu o peito da vítima.

No momento, segundo o tenente coronel, passava um outro trem em direção à Parangaba e os assaltantes entraram num dos vagões.

Segundo Bezerra, após o tiro, o funcionário chegou a dirigir por cerca de 300 metros, até onde estavam três policiais militares, do 8º Batalhão. Os policiais chamaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas Paulo não resistiu e morreu antes da chegada da ambulância.

 
Redação O POVO Online 

TAGS