PUBLICIDADE
Notícias

Ensino Médio é o desafio da próxima gestão, diz Paim

No Ceará, Izolda Cela, vice-governadora eleita, garante que educação continuará sendo prioridade

20:34 | 13/11/2014

O ministro da Educação, José Henrique Paim, se diz satisfeito com os avanços que a educação pública teve nos últimos quatro anos, mas sabe que ainda há desafios a serem superados. A avaliação foi feita nesta quinta, 13, na abertura da quarta e última edição deste ano da reunião do Conselho Nacional de Secretários da Educação (Consed), que ocorre em Fortaleza. Izolda Cela, vice-governadora e ex-secretária da Educação do Ceará, representou o governador eleito, Camilo Santana, e o governador Cid Gomes.

 Alvo de elogios de Paim sobre sua atuação enquanto titular da pasta da Educação, a vice-governadora analisou que “se não houver liderança política”, o trabalho das secretarias estaduais, em especial a da educação, “não rende”. Ela assegurou, portanto, que “a educação continuará sendo prioridade” na gestão sucessora à de Cid Gomes.

 A respeito do Ceará, o ministro da Educação citou os avanços na educação básica e observou que o desafio, agora, é estruturar o ensino médio. Medida que, de acordo com Paim, é possível através da consolidação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como principal hall de entrada dos alunos desta etapa no ensino superior.

 “Não tenho dúvida de que nós podemos, sim, ter a perspectiva de mudar o ensino médio. Há um consenso em torno dessa questão. Precisamos flexibilizar o percurso formativo”, explica Paim.

 Outras questões, segundo o ministro, também devem ser prioridade na próxima gestão, como a valorização do professor, a assistência aos estudantes e o alinhamento entre os planos de educação nacionais e estaduais. "Estamos em boas condições de avançar”, pondera. E diz que a destinação de 75% dos royalties do petróleo para a educação deve ajudar neste avanço.

 As expectativas de Maurício Holanda, titular da pasta da Educação no Ceará,também destacam a ampliação da oferta de atividades de cultura e esporte, além de cursos de capacitação profissional. “Temos muito que fazer construindo prédios e comprando coisas, mas o mais importante é oferecer uma visão de mundo melhor para a nossa juventude”, afirma o secretário.

O Conselho
Esta é a quarta e última reunião ordinária do Consed este ano, que fecha as atividades da atual gestão governamental. Conforme a presidente do conselho, Nilene Badeca, a partir do debate de experiências entre os titulares e representantes estaduais de todo o país, são elaborados os planos estaduais e municipais de educação.

 “De acordo com o plano nacional, nós temos um prazo até abril do ano que vem para que esses planos estejam todos prontos e aprovados, ou na Assembleia Legislativa ou pelos vereadores de cada município. Então é importante mostrar esse painel de como está evoluindo o trabalho em cada estado”.

TAGS