PUBLICIDADE
Notícias

Ceará registra 4.251 homicídios em um ano e tem a segunda maior taxa de mortes no País

O índice é o segundo maior do País, atrás apenas de Alagoas que possui taxa de 64,7%. O percentual do Ceará é quase o dobro da média nacional que é de 25,2% para cada 100 mil habitantes

20:29 | 11/11/2014

O Estado do Ceará registrou, em 2013, 4.251 homicídios dolosos (quando há intenção de matar), um aumento de 16,5% em relação ao ano de 2012. A informação foi divulgada nesta terça-feira, 11, na 8ª edição do Anuário Brasileiro de Segurança Pública promovido pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública. O estudo indica que a cada 100 mil pessoas do Estado, 48 entram na estatística.
[SAIBAMAIS 2]
O índice é o segundo maior do País, atrás apenas de Alagoas que possui taxa de 64,7%. O percentual do Ceará é quase o dobro da média nacional que é de 25,2% para cada 100 mil habitantes.

Em números absolutos, o Ceará ocupa o quinto lugar no ranking nacional. Atrás da Bahia, Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais. Ainda de acordo com o estudo, 26 policiais foram mortos no Estado em 2013 em confronto ou por lesão natural fora do serviço.

Roubo de veículos

O Anuário revela que em média 25 carros foram roubados no ano de 2013 no Estado, totalizando 9.372 casos. O índice é superior ao registrado no ano anterior quando a quantidade de roubos eram 6.359.

Veja detalhes do Anuário na edição impressa do O POVO desta quarta-feira, 12.

Queda nos índices

Apesar dos números divulgados pelo 8° Anuário Brasileiro de Segurança Pública apontar um aumento nos índices do Estado de 2013 em relação a 2012, a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), divulgou na última segunda-feira, 10, uma queda de 12,2% em homicídios no Ceará, o índice é o dobro da meta estipulada pelo Programa em Defesa da Vida que é de 6%.

Foram 375 registros contra 427 do mesmo período do ano passado. Houve queda na Capital de 16,4% e no interior de 21,4%, já na Região Metropolitana o índice permaneceu o mesmo.

 Redação O POVO Online

TAGS