PUBLICIDADE
Notícias

Corpo de Bombeiros alerta para riscos de incêndios florestais

Causar incêndios em vegetação configura crime ambiental sujeito à prisão e multa. Nesta época do ano, confira cuidados para prevenir queimadas

09:15 | 29/10/2014
NULL
NULL
Baixa umidade do ar, aliada às altas temperaturas e falta de chuva contribuem para o aumento da quantidade de incêndios florestais registrado no Ceará, neste segundo semestre de 2014. O Corpo de Bombeiros alerta para cuidados nesta época do ano, a fim de evitar que o fogo se alastre e atinja extensas áreas.

Segundo os bombeiros, os incêndios florestais, como os ocorridos neste mês em áreas do parque Cocó, podem ser provocados pela ação humana. É recomendado dar uma destinação corretas aos resíduos, que além de contribuir para os incêndios, poluem o ambiente (como O POVO mostra em matéria publicada nesta quarta-feira, 29).

Causar incêndios em vegetação configura crime ambiental sujeito à prisão e multa. Confira todas as recomendações:

1. Ter cuidado com o destino que se dá ao lixo. Ainda existe o costume de atar fogo no lixo na tentativa de “limpar” o terreno. Tal hábito é condenado pelo Corpo de Bombeiros;

2. Não realizar queimadas. Como o ambiente acaba se tornando favorável para a propagação de um incêndio, o fogo ateado, inicialmente pequeno e concentrado numa determinada região, pode tomar proporções muito maiores. “Mesmo se a queimada for autorizada por um órgão ambiental competente, deverá ser acompanhada de cuidados como a feitura de aceiro (espaçamento sem cobertura vegetal ou desbastado em volta das matas) para evitar a propagação das chamas”, explica a corporação;

3. Cuidado com as fogueiras e lixo espalhado pelas matas, principalmente para quem pratica o ecoturismo. Não é recomendado acender fogueiras e velas próximas a áreas verdes. “Acenda fogueiras apenas após limpar a região, capinando a vegetação até chegar na terra. Certifique-se que as brasas estão apagadas e resfriadas. Se possível, enterre o material combustível que sobrou”, determina o Corpo de Bombeiros;

4. Evitar soltar fogos de artifício ou balões próximo às áreas com vegetação;

5. Manter os terrenos rurais sempre limpos e com as divisas da propriedade devidamente capinadas;

6. Não permitir que crianças façam uso de fósforos ou isqueiros ou materiais inflamáveis.

Serviço
No caso de incêndios, o Corpo de Bombeiros deverá ser acionado imediatamente através do telefone 193. Denúncias sobre responsáveis por incêndios podem ser realizadas através do telefone 190 (registro segue para o Batalhão de Policiamento do Meio Ambiente para as devidas providências).

Redação O POVO Online com informações do Corpo de Bombeiros
TAGS