PUBLICIDADE
Notícias

Coletivo Massa Crítica assume nova ciclofaixa

A ciclofaixa não-oficial foi pintada no bairro Bom Jardim, na Secretaria Regional V. O grupo Massa Crítica assumiu a realização do percursos informal para bicicletas

20:55 | 14/10/2014
As ruas Oscar Araripe e Oscar França, no Bom Jardim, na Secretaria Regional V, ganharam uma ciclofaixa não-oficial no último domingo, 12. A autoria da nova via informal para bicicletas foi assumida, na rede social Facebook, pelo movimento Massa Crítica. O grupo já foi responsável por, pelo menos, outras três iniciativas como essa.

No Facebook do movimento, o grupo diz que a cliclofaixa, de caráter simbólico, tem como objetivo “chamar a atenção dos governantes e da população para a importância de se respeitar o espaço dos ciclistas e garantir nossa segurança através de investimentos cicloviários”.

A nota informa ainda que, em resposta as declarações do secretário da AMC, que “’vandalismo’ é o total descaso com que é tratado os ciclistas de nossa cidade, principalmente nas periferias. Os poucos e insuficientes investimentos cicloviários que são feitos nunca atingem aqueles que mais precisam. ‘Deplorável’ é que os ciclistas tenham que fazer, com seus próprios recursos, aquilo que é obrigação do poder público”.

O POVO tentou contato com a assessoria de imprensa da Autarquia Municipal de Trânsito, Serviços Públicos e de Cidadania, mas as ligações não foram atendidas. No entanto, no contato do O POVO Online por conta de outra ciclofaixa não-oficial na avenida Aguanambi, a AMC se pronunciou por meio de nota e classificou a ação de “um ato de vandalismo lamentável” e alertou para que “esse tipo de pintura ilegal nas vias pode provocar graves acidentes porque confunde ciclistas e motoristas”. “A AMC qualificou como deplorável esse tipo de ação que estão sendo praticadas, segundo o órgão, por quem não quer colaborar com a cidade, visto que são praticadas justamente no momento em que a Prefeitura de Fortaleza implanta projetos definitivos para estimular o uso de bicicletas, com a instalação de ciclofaixas e ciclovias em várias vias da cidade”, informoiu.



Confira, na íntegra, o texto do coletivo Massa Crítica publicado no Facebook:

“Manifesto ciclofaixa cidadã - Bom Jarsim- 12/10/2014

Atenção: Esta é uma cliclofaixa não-oficial, de caráter simbólico, e tem como objetivo chamar a atenção dos governantes e da população para a importância de se respeitar o espaço dos ciclistas e garantir nossa segurança através de investimentos cicloviários.

A Massa Crítica é um movimento popular, horizontal e sem vínculos partidários. É composta por qualquer pessoa que tenha interesse em propagar a bicicleta como meio de transporte. Acreditamos que a bicicleta é uma importante solução para os problemas de mobilidade urbana enfrentados em nossa cidade e que toda a população deve cobrar do poder público uma resposta a essa necessidade tão urgente.

Gostaríamos também de avisar aos governantes, em resposta as declarações do secretário da AMC, que 'vandalismo' é o total descaso com que é tratado os ciclistas de nossa cidade, principalmente nas periferias. Os poucos e insuficientes investimentos cicloviários que são feitos nunca atingem aqueles que mais precisam. 'Deplorável' é que os ciclistas tenham que fazer, com seus próprios recursos, aquilo que é obrigação do poder público.
 
A Prefeitura de Fortaleza, na gestão do Prefeito Roberto Cláudio, criou recentemente o Plano Diretor Cicloviário Integrado, PDCI, que garantirá 400km de ciclovias por toda a cidade dentro de um prazo de 15 anos. Esse prazo é um verdadeiro absurdo. Se considerarmos o caos de mobilidade urbana que vive a nossa cidade e os vários acidentes fatais ocorridos com ciclistas, atestamos que esse plano já deveria ter sido concluído 15 anos atrás. Nada justifica tamanha lentidão e má vontade politica quando vidas estão em jogo, deixar obras tão urgentes e importantes para os futuros prefeitos concluírem apenas demonstra a falta de interesse em realizá-las. A maior parte do PDCI pode ser concluída utilizando apenas tinta. É um investimento barato e que irá beneficiar muitas pessoas: aquelas que já utilizam a bicicleta como meio de transporte, as passarão a usá-la ao se sentirem mais seguras em uma infraestrutura adequada, os usuários de outros modais de transporte ao reduzir a quantidade de carros nas ruas e beneficiará toda a população, ao garantir o acesso a um meio de transporte sustentável, não poluente e que faz bem a saúde de quem usa.

Esta é a CILOFAIXA CIDADÃ do Bom Jardim. Que a população aproveite, os motoristas respeitem, e a prefeitura oficialize.”
 
Redação O POVO Online 

TAGS