PUBLICIDADE
Notícias

Polícia apreendeu 5,2 toneladas de explosivos em operação integrada no Nordeste

Do total de explosivos, 4 toneladas foram recolhidas apenas no Ceará, conforme divulgado pela SSPDS. Nos nove estados da região, 374 pessoas foram presas

10:09 | 09/09/2014
A operação “Brasil Integrado - Ação Nordeste”, realizada de foram simultânea e conjunta nos nove estados da região, resultou na apreensão de 5,2 toneladas de explosivos. Além disso, foram realizadas 72.493 abordagens e 1.014 barreiras policiais, possibilitando a apreensão de 1.405 munições, 112 armas de fogo, 166 veículos e um avião.

Ação, ocorrida na semana passada, resultou na prisão de 29 pessoas no Ceará, além de dois adolescentes que foram apreendidos. Do total de explosivos em todo o Nordeste, 4 toneladas foram apreendidos somente no Ceará, onde 40 locais que fazem uso desse material foram vistoriados e 13 foram autuados por irregularidades administrativas.

Segundo o Ministério da Justiça, as equipes conseguiram desarticular três quadrilhas, executar 112 mandados de prisão e 105 de busca. Nos dias da operação, em relação ao mesmo período do ano passado, os roubos a banco registraram queda de 71%. O homicídio doloso teve redução de 25,23% e o roubo veicular caiu 32,20%, aponta o órgão.

Segundo o ministro José Eduardo Cardozo, a ação piloto “conseguiu reduzir significativamente os índices de crimes na região nesses três dias e reforçou a parceria entre as instituições e os profissionais envolvidos, da Bahia ao Maranhão”.

Operação
O Brasil Integrado começou a ser articulado há cerca de um mês entre governo federal e os nove estados do Nordeste. As operações conjuntas envolveram um efetivo de 9.600 agentes da Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Corpo de Bombeiros e Exército, trabalhando em um esquema semelhante ao executado durante a Copa do Mundo.

Segundo o Ministério, o trabalho conjunto entre as equipes policiais utilizou o legado de segurança pública promovido pelo plano operacional criado para a Copa do Mundo no Brasil. As ações foram acompanhadas pelos Centros Integrados de Controle e Comando e Controle Regionais (CICCR), que alimentam os bancos de dados do Centro Integrado de Comando e Controle Nacional (CICCN), em Brasília.

Reunião
Nesta terça-feira, 9,o Ministério da Justiça realiza uma reunião para discutir as próximas etapas do Brasil Integrado – Ação Nordeste, além de avaliar os resultados da primeira ação. O encontro contará com representantes dos estados da região e do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, da secretária Nacional de Segurança Pública, Regina Miki, e de representantes policiais de Bahia, Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará, Piauí e Maranhão.

Redação O POVO Online com
informações do Ministério da Justiça

TAGS