PUBLICIDADE
Notícias

Novo bloqueio no Cocó deixa o trânsito lento; veja mapa

O chefe de operação da AMC prevê que o trânsito vai fluir melhor no decorrer dos dias, pois a avenida Antônio Sales é uma via mais larga

11:23 | 22/09/2014
NULL
NULL

A segunda fase do bloqueio de trânsito no entorno das obras dos viadutos do Cocó foi implantada nesta segunda-feira, 22. O novo bloqueio deixou alguns motoristas confusos e o trânsito ficou lento, mas passou a fluir por volta das 9 horas, conforme informações da Autarquia de Trânsito, Serviços Públicos e Cidadania (AMC).

Por volta das 9h40min, O POVO fez o trajeto da Israel Menezes até a Rogaciano Leite, fazendo o retorno para entrar na Engenheiro Santana Júnior. Esse percurso levou cerca de 15 minutos, mas segundo um agente da AMC do local, que não quis se identificar, na “hora do rush” fica complicado e o engarrafamento chega até a avenida Washington Soares.

%2b Veja a galeria de fotos

“Sempre no primeiro dia de mudança é mais complicado, as pessoas buscam informação, mas os agentes estão orientando os motoristas em três cruzamentos”, explica o chefe do Núcleo de Operações da AMC, Disraeli Brasil. Ele afirma que trânsito vai fluir melhor agora, pois a avenida Antônio Sales é “uma via mais larga” que a Francisco Gonçalves (do bloqueio anterior).

Segundo a AMC, um total de dez agentes estão distribuídos nos seguintes pontos:
- São Gabriel com Francisco Gonçalves;
- Antonio Sales com São Gabriel;
- Engenheiro Santana Junior com Isarel bezerra.

[SAIBAMAIS 1] A previsão é que o bloqueio permaneça até as 23h59min da próxima terça-feira, 30. Nesta fase, de acordo com a Prefeitura de Fortaleza, a intervenção se dá pela necessidade de complementar a pavimentação das vias.

A partir de 1° de outubro, além da permissão de conversão na rua Francisco Gonçalves, está prevista a total liberação do tráfego nas avenidas Engenheiro Santana Júnior e Antônio Sales.

[FOTO2]

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Obras
Os dois viadutos fazem parte da implantação do corredor exclusivo Antônio Bezerra/Papicu, que terá extensão de 17,4 quilômetros. De acordo com a Prefeitura, a obra tem investimento de R$ 18 milhões, com previsão de entrega para o próximo mês.

Redação O POVO Online com
informações da repórter Domitila Andrade

TAGS